Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 17 Setembro |
Santos Cornélio e Cipriano
home iconAtualidade
line break icon

Filosofia e a busca de uma boa vida

THINKING

Public Domain

Nikola Krestonosich - publicado em 07/08/18

A busca de uma vida plena também não é o propósito da religião?

Guiados pelo que vemos em nossas universidades hoje em dia (ou seja, em artigos de estudiosos e em seminários e conferências), tendemos a pensar na filosofia como um empreendimento principalmente especulativo, como uma disciplina intelectual centrada na elucidação de problemas teóricos e na formulação de diferentes teorias sobre esse ou aquele assunto mais ou menos obscuro. Mas essa maneira de entender a filosofia é bastante recente.

Outras civilizações e sociedades elaboraram diferentes concepções de filosofia, que floresceram antes que a filosofia se tornasse algo para os especialistas.

Para Sêneca, filósofo romano, estadista, dramaturgo e humorista nascido em Córdoba, Espanha, que pertencia à escola do estoicismo romano, a filosofia era predominantemente uma questão de ética e de âmbito pessoal. Ou seja, seu objetivo principal não era a busca de soluções para problemas teóricos, mas, em poucas palavras, a busca de uma boa vida, de uma vida plena. Em uma de suas cartas a Lucílio, Sêneca escreveu:

“Quem duvidará, Lucílio, amigo, que, se devemos a vida aos deuses imortais, é à filosofia que devemos a vida virtuosa? Daí a ideia de que nossa dívida com a filosofia é maior do que a nossa dívida com os deuses, na medida em que uma boa vida é mais um benefício do que a mera vida. [Os deuses] não deram seu conhecimento a ninguém, mas a faculdade de adquiri-lo eles deram a todos. (…) A característica preciosa e nobre da sabedoria é que ela não avança para nos encontrar, mas que cada homem está em dívida com ela” (Cartas Morais a Lucílio, 90).

Mas a busca de uma boa vida também não é a finalidade da religião? Que diferença, se houver, existe entre a forma do estoicismo de Sêneca e a busca de um homem religioso? Muito foi escrito sobre o assunto, e é difícil dar uma resposta direta e definitiva a esta questão em um breve artigo.

Mas uma coisa pode ser realmente dita: Sêneca concebeu a boa vida como a vida livre da sujeição às paixões e emoções. Esta é, de fato, uma concepção que se assemelha bastante à que se encontra no pensamento de muitos homens religiosos, desde os primeiros Padres do Deserto até Inácio de Loyola e São João da Cruz, entre outros dos grandes místicos do barroco espanhol.

Mas a diferença reside nos métodos de alcançar essa boa vida. Enquanto o homem cristão, por exemplo, coloca a pedra fundamental da boa vida na fé em Jesus Cristo – isso é o que São Paulo está realmente dizendo nas famosas passagens de sua primeira epístola aos Coríntios –, para Sêneca, o estoico, a pedra angular dessa boa vida está em aumentar a autoconsciência e na constante disciplina de olhar para nós mesmos.

Desnecessário será dizer que, de fato, existe uma grande disciplina e autoconsciência na vida cristã também.

Como o cristianismo faz, Sêneca entende que todos nós temos impulsos naturais, emoções e paixões. Mas, para o estoico, o único meio de alcançar a boa vida é na retidão no caminho do raciocínio constante e da disciplina emocional. Uma tarefa bonita, porém difícil, de fato.

Tags:
FilosofiaInteligencia emocionalReligiãoVirtudes

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: e ela explic...
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
porta
Reportagem local
Capelão de hospital: ação dos anjos é fundamental na hora da mort...
6
Ricardo Sanches
Menino de 4 anos brinca de missa, conhece vários santos e surpree...
7
ROSARY
Philip Kosloski
É verdade que meu Anjo da Guarda termina de rezar o Rosário se eu...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia