Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
home iconAtualidade
line break icon

Milhares de dominicanos marcham contra a corrupção e impunidade

MAPUCHE

Rafael Edwards-(CC BY-NC 2.0)

Agências de Notícias - publicado em 12/08/18

Milhares de dominicanos protestaram neste domingo, na capital do país, contra a corrupção estatal e a impunidade, em uma manifestação que chamaram de “marcha do milhão” e terminou em frente à sede do Congresso Nacional.

Os manifestantes saíram em passeata pela cidade pedindo “julgamento e prisão para os corruptos” de diferentes órgãos do governo. O protesto foi organizado pelo movimento Marcha Verde, que, desde 2017 (após o escândalo de subornos envolvendo a construtora brasileira Odebrecht), pede o fim da corrupção e impunidade.

“Temos 1 milhão de razões para continuar marchando, para persistir na luta para vencer o regime de corrupção e impunidade que se impôs na República Dominicana”, disse a dirigente do movimento, María Teresa Cabrera.

“Realmente não há Justiça, porque as pessoas acusadas não são todos os envolvidos, faltam muitos, e a sociedade espera uma punição”, declarou Augusto Márquez.

A manifestação foi apoiada por dirigentes dos opositores Partido Revolucionário Moderno e Aliança País, e terminou com a leitura de um manifesto no sul da cidade, onde estão as sedes de várias instituições públicas, entre elas o Congresso e a Suprema Corte.

No documento, o movimento Marcha Verde afirma que manterá sua luta “até que os congressistas, funcionários, ex-presidentes, empresários e demais responsáveis por gerenciar e se beneficiar dos contratos do Estado com a multinacional mafiosa Odebrecht e seus sócios locais sejam devidamente processados e condenados”.

A audiência contra os acusados de terem recebido 92 milhões de dólares em subornos da Odebrecht foi adiada até o próximo dia 21 por um juiz da Suprema Corte.

A República Dominicana é o terceiro país onde a Odebrecht pagou o maior valor em subornos, segundo dados divulgados pela empresa. Apenas Brasil (com 349 milhões de dólares) e Venezuela (98 milhões) a superam.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia