Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 26 Janeiro |
São Timóteo e São Tito
home iconEm foco
line break icon

8 motivos pelos quais é preciso buscar o sentido da vida

SENSE

Garrett-(CC BY 2.0)

Miriam Diez Bosch - publicado em 15/08/18

Segundo o filósofo e teólogo espanhol Francesc Torralba, “a fé é um antídoto ao vazio existencial”

“Não quero convencer ninguém, não me proponho a articular uma apologética; simplesmente desejo expressar, na primeira pessoa do singular, as razões que me levam a crer em Deus, a viver confiando nele”.

As palavras são de Francesc Torralba, um dos pensadores mais notáveis do cenário filosófico espanhol, que, desde 2011, é consultor do Pontifício Conselho para a Cultura.

No livro “Y a pesar de todo, creer” (“Crer, apesar de tudo”), lançado recentemente no mercado espanhol, Torralba expõe as razões pelas quais, segundo ele, devemos buscar sempre o sentido da vida. São estes os motivos:

1. Todo ser humano, por natureza, deseja viver uma vida com sentido.

A “vontade de sentido”, bela expressão de Viktor Frankl, é própria e comum à condição humana. Para nós não basta vivermos, passarmos os dias e nos entretermos com milhares de disputas e fofocas; queremos viver uma vida que faça sentido, que valha a pena, que tenha valor em si mesma.

2. Não existe uma resposta científica à busca pelo sentido

A Ciência explora os fatos, tenta compreender a lógica que os une e explicá-los através de leis de caráter universal. A Ciência não analisa valores. Estes são objetos de estudo da Filosofia prática, especialmente a Ética.

3. A busca pelo sentido não é uma tarefa fácil; o que está em jogo é a felicidade da pessoa.

Quando o ser humano constata que a sua vida tem valor, que possui sentido, ele se sente feliz. Isso não o exime do cansaço e da indignação, mas o faz sentir que sua tarefa é útil e que, através dela, constrói o bem.No entanto, quando percebe que a vida é vazia, quando sente que nada do que diz ou faz possui valor, ele vive uma vida entediante, irrelevante, completamente estéril. Neste caso, ele sofre o que Viktor Frankl chamou de “vazio existencial”.

4. A necessidade de sentido é uma necessidade espiritual.

A busca pelo sentido é própria de um ser complexo, de um ser que não tem o suficiente para se alimentar, se defender e procriar. Ele está sempre se perguntando por que está no mundo e como deve administrar o tempo escasso que possui entre o nascimento e a morte.

5. A fé é um antídoto ao vazio existencial, mas não é só isso.

Muitas pessoas que vivem sem Deus percebem que a vida tem sentido, pois elas constroem algo nobre e valioso, útil para os outros – e isso lhes basta. O discurso sobre o sentido, então, não é unívoco. Existe uma pluralidade de modos de dotar a vida de sentido.

6. O que realmente dá sentido à vida é o amor.

Uma vida sem amor carece de sentido. O ser humano é feito para amar; esta é sua finalidade inerente. Só o amor pode dar sentido à vida – e é preciso saber dar e receber amor.

7. A vida é um dom, algo que não nos pertence.

Todo ser humano é chamado a decidir o que vai fazer com sua vida, ou seja, como vai dotá-la de significado. O sentido da vida não está nos livros; isso se aprende com a experiência, os erros, ou seja: vivendo.

A fé em Deus não nos separa do mundo nem nos afasta de nossos afazeres concretos. Crer em Deus é viver a vida como um dom, que deve ser protegido e cuidado. Todas as formas de vida são valiosas.

8. A fé nos faz respeitar a natureza.

A fé nos faz reconhecer na natureza uma gramática escrita por Deus, uma morada que ele nos confiou. Por isso, devemos cultivá-la e protegê-la.

Enfim, para Torralba, as atitudes abaixo são o que realmente conferem sentido à vida:

  1. ser útil aos outros;
  2. amenizar o sofrimento;
  3. construir a beleza;
  4. construir unidade onde houver dispersão;
  5. oferecer aos outros a possibilidade de viver a aventura da existência.
Tags:
FilosofiaSentido da vidateologiaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
2
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
5
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
6
Jérôme Lejeune
Francisco Vêneto
Descobridor da Síndrome de Down está em processo de beatificação
7
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia