Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEm foco
line break icon

O que é aporofobia e os perigos desse tipo de medo

YOUNG CHILD

Maruf Hoassain Rafi | Nurphoto

Miriam Diez Bosch - publicado em 15/08/18

Estamos condicionados a ver crime organizado, estupradores e traficantes de drogas onde existem pessoas pobres, diz arcebispo

Aporofobia é repugnância por aqueles que carecem de recursos, aqueles com necessidades: os pobres. Aporofobia significa aversão aos pobres.

Os linguistas retiraram esse neologismo – aporofobia – do contexto da antiga palavra grega “áporos” (pobre).

O termo “fobia”, embora possa ser usado como um verbo por conta própria, também funciona como sufixo que, quando adicionado a uma palavra, indica medo, ódio ou repulsa em relação ao que a palavra original designa.

A palavra “aporofobia” foi criada em primeiro lugar em espanhol, e mais recentemente passou a ser usada em outras línguas.

Santiago Agrelo Martínez, arcebispo de Tânger, Marrocos, é uma das vozes mais claras a favor de uma maior empatia e tratamento humano dos imigrantes e dos pobres em geral.

Em conversa com a Aleteia, ele diz que “é óbvio que, se uma palavra nasceu, uma realidade a precedeu; a realidade perturbadora e muito triste que é uma aversão aos pobres”.

“Aversão” é uma palavra apropriada, uma vez que aversão é um sentimento de repugnância.

O arcebispo Agrelo afirma que nenhuma pessoa boa permitiria, em seu coração, sentimentos de repugnância e/ou ódio contra as pessoas apenas porque são pobres; no entanto, estamos infectados por esses sentimentos.

Estamos nos tornando desumanos? “Não penso assim”, diz o arcebispo.

Mas o que é definitivamente verdadeiro é que “alguém nos enganou, e onde há pessoas pobres, fomos condicionados a ver uma ameaça à nossa segurança, um perigo à nossa saúde; onde há gente pobre, fomos condicionados a ver crime organizado, terroristas, estupradores, traficantes de drogas e ladrões; onde há pessoas pobres, fomos condicionados a ver imigrantes ilegais, pessoas em situações legais irregulares, pessoas que vivem clandestinamente e criminosos violentos”.

“Assim, a repugnância e o ódio contra os pobres – aporofobia – encontrou um álibi (o que é natural para nós é a repugnância e o ódio contra os ratos) que nos deixa com a mente tranquila e envenenada; estamos tranquilos e inconscientes, tranquilos e indiferentes diante de uma das maiores tragédias da humanidade”, ele denuncia.

“Tenho muito medo de que a aporofobia, cultivada contra os imigrantes, vire-se contra nós sob a forma de ódio e desprezo por todos aqueles que são fracos, indefesos, vulneráveis​​… Escolha qualquer exemplo que você queira na área da família, da escola, da sociedade: há material para escrever um livro”, escreveu o arcebispo, um franciscano de Galiza, na Espanha.

Precisamos de “doses maciças de verdade, de autenticidade, de discernimento, de amor para com os outros, de amor pela vida, de amor pela terra. E isso não é um desejo aleatório ou apenas palavras superficiais.

Se há uma vida que [você acha que] não merece respeito, você já deu o seu motivo para não respeitar nada. Se há uma vida que você possa tratar com desprezo, você já justificou o desprezo por qualquer coisa. Você não pode oprimir os migrantes e ao mesmo tempo defender os trabalhadores. Você não pode abortar e defender o seu próprio direito à vida”, concluiu o arcebispo Santiago Agreo Martínez.

Tags:
IgrejaMigrantesPecadoRefugiados
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia