Aleteia
Quinta-feira 01 Outubro |
São Bavão de Gand
Estilo de vida

Os segredos mais bem guardados das pessoas resilientes

WOMAN WORKOUT

Jacob Lund - Shutterstock

Luz Ivonne Ream | Ago 19, 2018

Como uma palmeira, uma pessoa com resiliência se curva na tempestade, mas não quebra

Goste ou não, um dos grandes paradoxos da vida é que a única coisa permanente é a mudança.

E quando nosso amigo que se mudou nos visita, ele muitas vezes se torna um convidado desconfortável, pois pode chegar sem avisar quando estamos menos preparados para recebê-lo. Esperamos que ele sempre venha com boas notícias e uma mala cheia de risos, alegria e felicidade, mas sabemos que geralmente é o contrário: lágrimas, tristeza, desolação… tragédia. Em outras palavras, uma tempestade.

Vamos ser honestos, a maioria das pessoas não gosta de mudanças. Poucos de nós correriam pelas ruas gritando: “Uhuu! Que legal! Outra mudança na minha vida! Que alegria!”. A maioria de nós tem medo da mudança porque é desconhecida e nos tira da nossa zona de conforto. Mas assim que pudermos aceitar a forma como a mudança nos faz sentir, mais simples será lidar com ela.

O que pode nos ajudar a ter firmeza quando o solo parece estar se movendo abaixo de nós? Tem a ver com a nossa força espiritual e nossa capacidade interior de aceitar com coragem o que está acontecendo, reconhecer a realidade diante de nós e acomodar, ou adaptar, a nossa vida à mudança.

Resiliência. Precisamos torná-la um modo de vida, desenvolvê-la todos os dias, e decidir por ela quando as mudanças chegarem. Porque a vida não para de nos perguntar: “O que você gostaria que acontecesse hoje?”. As coisas simplesmente acontecem. E a resiliência é a nossa arma secreta para passar pelo que quer que seja, gostando disso ou não.

Escolha a resiliência

“Resiliência” vem do termo latino “resilio”, que significa salto, rebote, recuo, retiro. Pessoas resilientes podem enfrentar situações dolorosas, estressantes ou difíceis e sair mais fortes depois. Não se trata apenas de sobreviver a uma experiência, mas de aprender com ela e de tomá-la como uma lição de vida que faz de você uma pessoa mais rica.

É muito importante desenvolver a nossa capacidade de resiliência – atitude interior – e fazer dela parte de nossa vida. Há uma longa lista de consequências positivas – ou vantagens – que podemos experimentar se optarmos por sermos pessoas resilientes. Vou mencionar apenas algumas delas.

  • A resiliência nos permite recuperar. Pessoas resilientes são como palmeiras que permanecem na posição vertical, apesar do peso da tempestade. Você já passou por situações que você pensou que nunca sobreviveria, e agora você olha para trás e se sente surpreso com o quão longe você foi? É quase como se nunca tivéssemos passado por aquele inferno. Se somos melhores pessoas após uma tragédia, é graças à nossa resiliência.
  • A resiliência coloca nossas habilidades e talentos para trabalhar em momentos difíceis. As pessoas resilientes sempre encontrarão uma maneira de responder o porquê do que está acontecendo com elas. Elas reconhecem que suas melhores armas são as habilidades que elas têm naquele momento, juntamente com aquelas habilidades que ela irá descobrir na estrada da mudança. Quantas capacidades, habilidades e talentos você percebeu que você tinha apenas depois de uma grande dificuldade ou tragédia?
  • A resiliência nos ajuda a superar a tristeza com mais facilidade. As pessoas resilientes aceitam que é bom sentir tristeza, mas não tornam isso permanente. E elas conseguem isso graças ao seu espírito de luta.
  • A resiliência nos ajuda a viver com senso de humor. Em vez de ficar preso no melodrama das reclamações e da vitimização, as pessoas resilientes sabem rir de si mesmas e do que está acontecendo com elas porque têm a certeza de que encontrarão luz no final do túnel. Seu lema é: “Eu dou risada da vida antes que a vida dê risada de mim”.
  • A resiliência nos ajuda a aprender com nossos erros. As pessoas resilientes sabem como aprender com seus erros, tanto os próprios erros quanto com os erros dos outros. Elas não se sentem como vítimas de ninguém ou de qualquer coisa; elas assumem a responsabilidade por seus próprios erros.
  • As pessoas resilientes não desistem. A palavra “Eu não posso” não existe no vocabulário de pessoas resilientes. E se, por acaso, não conseguem fazê-lo por um caminho, tentarão por outro até que o consigam. Elas nunca desistem, nem por tristeza ou desilusão ou desânimo. Embora pareça que o mundo está caindo sobre elas, elas vivem com os olhos no céu e seus pés na terra, esperando que amanhã seja um dia ainda melhor. Elas sempre acham um motivo para continuar avançando.
  • As pessoas resilientes gerenciam o estresse e a pressão. Se você realmente quer conhecer alguém, veja como eles reagem em um momento de crise. É aí que o verdadeiro eu surge. As pessoas resilientes não se deixam levar pelo estresse ou pela pressão do momento ou das circunstâncias. Pelo contrário, elas têm uma atitude de “isso também deve passar. É apenas uma mudança…”.
  • As pessoas resilientes sabem como controlar as emoções negativas. Elas param para respirar e não se deixam levar por suas emoções, muito menos pelas emoções negativas que drenam e as deixam deprimidas. Elas não deixam suas emoções sugar o melhor delas. Em vez disso, elas têm domínio e controle sobre as emoções. Elas certamente têm sentimentos, mas também sabem como sair de suas emoções quando começam a se sentir abatidas.
  • As pessoas resilientes crescem apesar dos problemas. Elas não deixam o peso de seus problemas se tornar um obstáculo para crescer em todos os sentidos. Na verdade, elas veem as tribulações como oportunidades para serem pessoas melhores e mais virtuosas. Para elas, cada problema traz sua própria lição.
  • As pessoas resilientes ganham maior capacidade para enfrentar problemas. Elas desenvolvem uma habilidade maravilhosa para enfrentar qualquer adversidade que a vida lhes atira, porque sua atitude fundamental é positiva e esperançosa. Elas estão certas de que, se a vida lhes permite caminhar por um vale de lágrimas, é porque elas têm todas as capacidades, talentos, força e recursos para enfrentá-lo.
  • As pessoas resilientes sabem como enfrentar o medo. Elas são capazes de admitir que sentem medo, mas não deixam esse medo assombrá-las o tempo todo, muito menos paralisá-las. Em vez disso, elas extraem energia do medo para se levantar e o enfrentá-lo.
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Bem estarInteligencia emocionalPsicologiaSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Com afastamento do pe. Robson, o Santuário de...
A12
3 armas fortes de São Miguel Arcanjo
Gelsomino Del Guercio
A misteriosa linha reta que une 7 santuários ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Silvia Lucchetti
Gestante com câncer recusa aborto: ela e o be...
SAINT MICHAEL
Arcanjo Miguel
15 de agosto: começa a Quaresma de São Miguel...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia