Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

O dia em que Paulo VI abandonou a tiara papal

POPE PAUL VI,PAPAL TIARA

Elizabeth Roy | CC BY-SA 2.5 IT | PD

Zelda Caldwell - publicado em 20/08/18

Depois disso, nenhum outro Papa usou a coroa

A partir do século VIII, a tiara papal – uma coroa incrustada de joias em formato de colmeia – passou a ser o símbolo da autoridade do Papa. Usada por novos Papas em suas coroações (cerimônia atualmente em desuso) e outras ocasiões solenes, a coroa representava a superioridade do Bispo de Roma em relação aos reis e rainhas terrenos.

Entretanto, em 13 de novembro de 1964, o Papa Paulo VI quebrou esta tradição, doando sua sua tiara de três camadas de ouro e prata aos pobres em uma cerimônia na Basílica de São Pedro.

Depois de uma missa, da qual participaram 2.000 bispos, o Papa levantou-se da cadeira e solenemente colocou a tiara sobre o altar. De acordo com notícias na época, o Papa Paulo VI teria sido motivado a fazer o gesto depois das discussões sobre a pobreza no mundo.

Após o anúncio de que a tiara papal seria vendida em um leilão, o cardeal Francis Spellman, da cidade de Nova York, providenciou a transferência do acessório para os Estados Unidos, como um presente em reconhecimento às contribuições generosas dos católicos norte-americanos em prol dos destituídos do mundo.

A coroa foi exibida em várias partes do país, e ficou permanentemente exposta na Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição, em Washington.

Desde que Paulo VI se desfez da tiara, nenhum de seus quatro sucessores o objeto. O Papa Bento XVI, por exemplo, removeu a imagem da tiara do brasão papal, substituindo-a pela mitra de um bispo mais humilde.

Em 1978, o Papa João Paulo I deu um passo à frente e, para inaugurar seu pontificado, substituiu a cerimônia de coroação por uma Missa – uma tradição que João Paulo II, Bento XVII e Francisco mantiveram.

Em sua primeira homilia como Papa, João Paulo II lembrou o abandono da tiara por seu predecessor e o seu desejo de seguir o exemplo:

“O Papa João Paulo I, cuja memória é tão viva em nossos corações, não desejava ter a tiara; nem seu sucessor deseja hoje. Este não é o momento de retornar a uma cerimônia e um objeto considerado, erroneamente, um símbolo do poder temporal dos Papas.”

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ArteHistóriaIgrejaPapa
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia