Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconEstilo de vida
line break icon

Você sente pavor só de pensar no trabalho? Talvez você esteja se esquecendo de uma coisa

MAN SAD

Nong Mars - Shutterstock

Dolors Massot - publicado em 21/08/18

Nossa vida será mais feliz e mais significante se tivermos objetivos claros

Se há tempos você não encontra significado em seu trabalho… Se sua carreira parece ter atingido seu pico… Se sair com colegas de trabalho e passar tempo com eles é totalmente desagradável para você… Se simplesmente pensar na próxima reunião de trabalho te atormenta … Alguma coisa dentro de você começou a morrer.

Não deixe para pensar nisso depois, porque o tempo – por si só – não conserta as coisas. Se quisermos mudar o curso de nossas vidas, precisamos agir. Encontre um propósito em sua vida, estabeleça um objetivo e você começará a ver as coisas de maneira diferente.

Esse é o conselho de Mário Sérgio Cortella, filósofo, escritor, palestrante, doutor em educação e professor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Com base em sua longa carreira profissional, ele acredita que é essencial na vida saber por que fazemos o que fazemos. Seguindo os passos de Aristóteles, Cortella sugere que o autoconhecimento nos ajuda a entender nossos dias e toda a nossa vida. Ele serve como um ponto de partida e nos dá a capacidade de realizarmos as tarefas sem nos sacrificarmos.

A primeira grande mensagem que Cortella oferece é que precisamos saber como dar um propósito à nossa vida, um objetivo concreto. Por exemplo, por que eu me levanto de manhã? Quem ou o quê me motiva a me levantar, sair e procurar trabalho quando estou desempregado (mesmo depois que as portas se fecharam para mim)?

Embora o autor foque na área profissional, seu conselho pode ser útil a outras áreas também. Cortella lembra que a palavra “propósito” vem do latim e carrega o seguinte significado: “aquilo que eu coloco adiante”.

O autor descobriu que muitas pessoas não estão mais satisfeitas com um mero salário ou renda, por exemplo. “Há uma busca para ser reconhecido e valorizado pelo que se faz. Eu não quero que meu esforço seja inútil ou desperdiçado. E eu também não quero ser mal entendido, pois sou uma pessoa que tem boas intenções. As pessoas costumam dizer: ‘Eu preciso saber o propósito e qual é o objetivo do que estou fazendo’”, diz Cortella, que enfatiza que a grande maioria das pessoas hoje não está mais disposta a viver como se fosse cega para as coisas que são prejudiciais à sociedade ou a trabalhar simplesmente como “tolos meramente úteis, mas ignorantes”.

Os benefícios da rotina

O professor brasileiro desafia algumas crenças, como pensar que tarefas rotineiras são sempre tediosas. “Desenvolver uma rotina significa organizar uma série de procedimentos padronizados, através dos quais um processo é realizado.” Em vez de focar nos aspectos negativos da repetição, Cortella ressalta que isso é realmente benéfico para nossas vidas: “Essa repetição é o que torna a rotina mais eficiente e aumenta a sua eficácia. Uma orquestra sinfônica tocará melhor quanto mais cuidadosamente for lida a partitura”.

A rotina deixa o trabalho organizado e estruturado. É perigoso não prestar atenção aos seus benefícios e, por outro lado, é igualmente perigoso fazermos tudo simplesmente como “autômatos”. Mas, quando a rotina tem um objetivo, torna-se uma jóia de ferramenta para motivar ainda mais nosso trabalho e nossa vida.

Encontrar um incentivo

Como me manter motivado no trabalho? Como ajudar meus colegas de trabalho ou meus funcionários a se sentirem motivados? Cortella afirma que deve haver um estímulo, um incentivo. Os estímulos externos podem ser bastante variados, segundo o professor: “Pode assumir a forma de uma recompensa, como o retorno econômico, ou advém do reconhecimento de sua autoria ou da qualidade de seu trabalho como profissional e de sua contribuição para o todo.”

“Fazer o bem nos torna bons”

Além disso, Cortella vê uma contribuição importante para a sociedade em pessoas que agem com propósito: “Fazer o bem é bom para nós”, diz ele, “porque o lugar onde escolho fazer o bem proporcionaimpacto positivo na comunidade, e não é só um lugar onde a pessoa simplesmente ganha dinheiro”. Para ele, fazer o bem no ambiente de trabalho “cria uma dinâmica na qual é possível conciliar lucro e boas ações”.

O propósito que atribuo a cada momento da minha vida é muito importante, porque ele vai se tornar a plataforma de lançamento que me levará a trabalhar e viver para minha família, para mim e para uma sociedade melhor. Ou, nas palavras do Rei Davi para Aquele que foi a força motriz da sua vida: “Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco, a minha alma tem sede de ti… Levanto-me antes do amanhecer e clamo por ajuda; Eu espero pelas tuas palavras.”




Leia também:
Seu trabalho está desgastando você? Um guia da Síndrome de Burnout no local de trabalho

Tags:
Trabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia