Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

No meio do caminho tinha uma capela…

CAPELA
Guilherme Baffi
Compartilhar

Projeto resgata a fé, história e arquitetura através de fotografias de capelas encontradas pelo Brasil

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

Você já parou para pensar em quantas capelas existem pelo Brasil afora? Não há um número exato, o que se sabe é que a tradição de construir pequenas igrejas veio da colonização do país pelos portugueses, que eram muito católicos. A estrutura dos engenhos coloniais incluía a casa-grande, a senzala, o engenho, o canavial e a capela, onde se rezavam missas, faziam-se batizados e catequizavam-se os escravos. 

Muitas dessas capelas – e outras construídas com base neste costume – ainda permanecem preservadas. Outras, nem tanto. Mas todas guardam muitas histórias de fé, cultura e arquitetura.

Foi exatamente isso que chamou a atenção do premiado jornalista e fotógrafo Guilherme Baffi, de 33 anos. Nos últimos 12 anos, ele parou em cada capela que encontrava em suas viagens a trabalho ou a passeio e fotografou cada uma delas. No caminho, ele viu de tudo: estruturas suntuosas, simples, ruínas, igrejas dentro de propriedades particulares, nos grandes centros, no interior do país, no meio do nada. Mas todas tinham muito a dizer – e o disseram através do olhar apurado do artista. 

O trabalho deu origem ao projeto “Uma capela no caminho”, uma exposição itinerante com 50 imagens de capelas de várias regiões do Brasil que está percorrendo cidades do interior de São Paulo, como São José do Rio Preto, Mirassol, Votuporanga, Jaguariúna e Holambra. Em cada parada, o fotógrafo também ministra workshops para crianças de escolas públicas, levando arte, cultura, história e religiosidade. 

“Religião é algo que me fascina. Sou louco por isso, independentemente da crença. E as capelas são um espaço religioso que sempre me chamaram muito a atenção por serem tão plurais. De alguns lugares simples a espaços com uma arquitetura milionária. Será que a capela mais simples tem menos importância que as mais estruturadas? Quanto mais eu ia me aprofundando, mais percebia que não. Às vezes é exatamente o contrário. O importante é a fé, independentemente do espaço em que você está. Pode ser a capelinha simples ou a mais luxuosa”, afirma Baffi, que é católico.

Clique no botão “Abrir a galeria de fotos” e confira algumas imagens que fazem parte da exposição. 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.