Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Oração de apresentação da criança no templo

BABY BAPTISM
Philippe Lissac I Godong
Compartilhar

Para ser rezada por um padre ou diácono com a criança nos braços e diante do altar

“Deus Pai eterno e todo-poderoso, criador de todas as coisas visíveis e invisíveis, apresentamos em vosso Templo Sagrado, morada vossa entre os homens, vosso(a) filho(a) NOME. Que ele(a) viva para o teu louvor todos os dias de sua vida, derrame sua alma em tua presença e, mesmo no mundo, deixe-se guiar pelo Espírito de Amor. Junto de sua família terrena, atraí-o com laços de amor, para estar a vosso serviço, contando com o auxílio da vossa graça. Também esta Família que aqui se encontra em tua Igreja compromete-se, diante do teu Altar sagrado, em apresentar muito em breve esta criança para o Santo Batismo, cuja consagração oficial se fará através deste sacramento de salvação.

À medida que for crescendo, seja ele(a) agradável ao Senhor e aos seus pais, procedendo segundo o teu coração e sua santa vontade. Durante o curso de sua vida neste mundo, manifesta nele(a) a tua Palavra, para que possa te conhecer, amar e te anunciar aos irmãos. Que tudo o que ele(a) vier a fazer, seja feito de bom coração, não para os homens, mas para a glória do vosso Filho Jesus. Que esta criança cresça em estatura, sabedoria e graça diante de Deus, da sua família e dos homens deste mundo, andando sempre na companhia do Senhor, da Bem-Aventurada Virgem Maria, e do seu Santo Anjo da Guarda, destinado por vós, desde a sua concepção, para guarda-lo em todos os caminhos.

Por fim, faça-se na vida dele(a) o que lhe parecer melhor. Que nunca negligencie suas palavras. Saiba ele(a) habitar frequentemente a Igreja Católica, para um dia em Ti repousar eternamente na Igreja Triunfante. No silêncio e no escondimento desta família, te ofertamos o nosso sacrifício, como gratidão por nos ter dado a graça de um novo ser. Amém”.

 

Por: Padre Kennedy Alves – Arquidiocese de Diamantina, MG