Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconAtualidade
line break icon

América Latina está longe de acabar com exclusão de negros, diz Banco Mundial

POVERTY

By africa924 | Shutterstock

Agências de Notícias - publicado em 30/08/18

Os afrodescendentes são um quarto da população latino-americana

A América Latina tem uma dívida com sua população de origem africana: embora tenha registrado melhorias em sua condição de vida nos últimos anos, está longe de erradicar sua exclusão socioeconômica, alertou o Banco Mundial em um relatório divulgado nesta quarta-feira (29), que citou o Brasil como exceção a esta regra.

Os afrodescendentes são um quarto da população latino-americana, mas ocupam parte desproporcionalmente alta dos pobres da região, segundo estudo divulgado na Costa Rica.

Germán Freer, especialista em desenvolvimento social do Banco Mundial, indicou que a melhoria nas condições de vida dos afro-latino-americanos reflete um “processo macro” que a região vive, com uma expansão da classe média e 80 milhões de pessoas que saíram da pobreza.

“Os afrodescendentes se beneficiaram disso”, comentou Freer à AFP. “Embora tenham se beneficiado muito da redução da pobreza, não se beneficiaram tanto quanto o resto da população”, acrescentou.

Diante disso, o informe destaca que “faltam políticas diferenciadas para fechar os abismos” sociais que marginalizam os afrodescendentes do restante da população.

O boletim indicou que os países latino-americanos em geral não criaram políticas específicas para a população negra, e as existentes começaram a ser desenvolvidas recentemente.

Uma exceção é o Brasil, onde mora a maioria dos afro-latino-americanos e que conta com um ministério da igualdade racial focado na população de origem africana com políticas de inclusão educativa e trabalhista.

No entanto, nos últimos anos a crise econômica atingiu este ministério e prejudicou seu trabalho, segundo Freer.

O informe destacou que, somando Brasil, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Uruguai, os afrodescendentes são 38% da população, mas são a metade das pessoas em pobreza extrema e têm menos anos de escolaridade, mais desemprego e ocupam menos cargos de tomada de decisões.

O relatório foi divulgado na Costa Rica em grande parte como reconhecimento a que o país tem a primeira vice-presidente da América Latina, Epsy Campbell, que também é ministra das Relações Exteriores.

“Eliminar as condições que limitam a inclusão plena dos afrodescendentes promoverá uma sociedade latino-americana mais justa, próspera e igualitária”, comentou Jorge Familiar, vice-presidente dp Banco Mundial para a América Latina e o Caribe.

O Banco Mundial recomendou aos países estudar em profundidade as causas pelas quais a população negra sofre condições de desigualdade e desenvolver políticas que as ataquem diretamente.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia