Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

JMJ 2019: uma odisseia marítima até o Panamá

Cap sur Panama
Compartilhar

Jovens franceses cruzarão o Atlântico em veleiros. Destino: Jornada Mundial da Juventude

Em 31 de agosto, três veleiros, 17 jovens, seus comandantes e um capelão vão deixar a costa francesa com destino ao Panamá. Objetivo: Jornada Mundial da Juventude 2019. 

Trata-se de uma peregrinação marítima de 150 dias. Uma oportunidade para viver a fé de maneira diferente e dar um testemunho autêntico ao mundo. Uma verdadeira odisseia marítima. 

Jovens e missionários 

Manon, Tony, Tristan, Héloïse… Eles têm entre 19 e 28 anos e são de várias regiões da França. Alguns farão uma pausa em seus estudos universitários para desbravar os mares.

 São jovens apaixonados pelo ciclismo, pela culinária, pelo mar, pela música e pela matemática. Em resumo: são dotados de talentos diferentes. Mas cada um sentiu em seu coração o convite do mar. 

A ideia do projeto foi de Jean-Yves, um dos comandantes da aventura. Quando retornaram da JMJ da Cracóvia, alguns jovens disseram que não iriam ao Panamá por causa da distância.  O piloto de avião, que conhecia bem a arte da navegação, imediatamente decidiu: “Vocês não têm mais desculpas, eu vou levá-los até lá”. 

Outos jovens, depois de ouvirem essas palavras, comprometeram-se a dar andamento ao projeto. Contra toda e qualquer maré. 

Esses rapazes e moças são os primeiros peregrinos a partir para o Panamá e seguirão os passos dos conquistadores espanhóis, que levavam consigo a imagem de Santa Maria La Antigua (padroeira do Panamá) pelo Atlântico. 

Cada veleiro tem aproximadamente 18 metros e levará 10 pessoas, além da imagem da padroeira. “Os barcos são de tamanhos diferentes e nem todos se movem com a mesma velocidade. Por isso, nós vamos nos encontrar nas escalas”, explica Anne-Laurence, uma das “tripulantes”. 

JMJ
Um dos veleiros foi batizado de Le Kêr Maï ("A casa de Maria", em bretão)

“A vida da tripulação a bordo será muito intensa. Será preciso saber combinar os conhecimentos e habilidades de cada um. Teremos uma vida de oração profunda… Mas não viveremos como monges”, exclama Anne. 

Escalas em diferentes santuários

Estão previstas várias escalas, como em Santiago de Compostela, em Sevilla e em Fátima. A última parada antes de cruzarem o Atlântico será em Cabo Verde. Os “marinheiros” querem passar o Natal nas Antilhas. 

Eles deverão atravessar o Canal de Panamá entre os dias 10 e 15 de janeiro de 2019.

Aprendendo a navegar 

Os jovens novatos em navegação passaram vários meses conhecendo as alegrias das velas e descobrindo seus fundamentos. 

Leitura de cartas de navegação, organizado do veleiro, nós, exercícios de viradas, içar velas… Eles tiveram que aprender tudo isso e muito mais. 

E sabe o que estes conquistadores dos tempos modernos querem com esta missão? Transmitir a mensagem do Papa Francisco e serem “protagonistas da história, porque a vida é linda sempre e quando queremos vivê-la” (mensagem do Papa Francisco na JMJ de Cracóvia). 

Sem dúvidas, quando voltarem para casa, esses jovens terão seus corações cheios de lembranças e suas almas missionárias renovadas. Bons ventos a eles! 

Tags:
Juventude