Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quantos acessórios litúrgicos são necessários nas celebrações do Santuário de Aparecida?

aparecida
Rodrigo Soldon | Flickr CC
Compartilhar

Números que impressionam!

A Festa da Padroeira é um dos períodos de maior movimento no Santuário Nacional e conta com uma intensa programação de oração. Para a realização das missas e novenas, que acontecem no período da tarde e noite, são muitos os cuidados com a organização da liturgia.

A irmã Elena Vígolo, da congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu Scalabrinianas, trabalha no Santuário há três anos e é responsável por cuidar dos acessórios litúrgicos utilizados nas celebrações.

Irmã Elena participou do Redação A12 ao Vivo, que é exibido toda sexta-feira, na página do Portal A12 no Facebook. Ela explicou como é feito esse trabalho no Santuário, trazendo detalhes e motivando os devotos a também assumirem essa missão em suas comunidades.

No Santuário, os números sempre chamam a atenção, dada a grandiosidade das celebrações e o fluxo de romeiros. E durante a Festa da Padroeira, esses números são ainda maiores. A irmã Elena trouxe alguns dados dos objetos sacros, alfaias e vestes litúrgicas utilizadas na Festa da Padroeira, que, neste ano de 2018, acontece de 3 a 12 de outubro.

Cerca de 300 túnicas, considerando que muitos sacerdotes trazem suas próprias vestes;

Uma média de mil estolas;

Cerca de 300 casulas;

* 150 sanguíneos (tecido retangular com o qual o sacerdote, depois da comunhão, purifica o cálice e, se for preciso, enxuga a boca e os dedos);

* Cerca de 90 toalhas e flanelas para a purificação das âmbulas usadas nas celebrações;

Diariamente, são utilizados cerca 56 manustérgios (toalha com a qual o sacerdote enxuga as mãos, após lavá-las durante a missa);

Uma média de 18 velas grandes para compor o Altar Central no período de 10 dias, e 130 velas pequenas para as procissões de entrada.

Todos os detalhes da Festa da Padroeira do Brasil podem ser acompanhados no a12.com/padroeira. Neste ano, entre os dias 3 e 12 de outubro, os devotos irão refletir o tema ‘Em Jesus, com Maria, restauramos a vida!‘.

(A12.com)