Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quem disse que religião não está mais na moda? 8 dados que desmentem isso

Compartilhar

Pesquisa revela que mais de 80% da população mundial se identifica com uma religião

A maioria da população mundial se identifica com um grupo religioso. É o que diz o jornal britânico The Guardian em reportagem especial que traça o panorama atual das religiões em todo o mundo. 

E o que podemos esperar para o futuro? Os oito dados abaixo, que foram tirados da reportagem, são a chave para entendermos para onde o mundo vai caminhar no tocante às religiões. Os dados que o The Guardiam analisa são do Pew Research Center. 

1. 84% da população mundial admite acreditar em alguma religião. Segundo os dados do jornal britânico, o cristianismo é a religião com o maior número de seguidores (2,3 bilhões). O islã tem 1,8 bilhões de seguidores, o hinduísmo 1,1, bilhões e o budismo 500 milhões. 

2. 16% da população não tem uma crença. No entanto, este dado não significa que estas pessoas sejam simpatizantes do ateísmo. Na verdade, muitos dizem ter um certo sentimento de espiritualidade que não se relaciona diretamente com nenhuma crença;

3.  A população muçulmana deve crescer 70% nos próximos 50 anos. O cristianismo continuará aumentando (em torno de 34%), principalmente na África. Essas cifras não só dependem da previsão demográfica, como também do número de conversões de fiéis;

4. 23% dos muçulmanos americanos dizem que foram convertidos a esta fé. Entretanto, na Europa, o fenômeno acontece ao contrário. Refugiados que vieram do islã se convertem ao cristianismo no Velho Continente, principalmente ao protestantismo; 

5. 100 países e territórios não tinham uma religião oficial em 2015. No entanto, a geografia afeta a religião. 75% das pessoas que afirmam ter uma religião moram em país que integram uma maioria religiosa. A região mais religiosa do mundo é a Ásia-Pacífico, com 99% de hindus e budistas. 

6. A idade média da população religiosa global é 28 anos. No caso dos seguidores do islã e do hinduísmo, a idade média é inferior: 23 e 26 anos, respectivamente. Os cristãos têm idade média de 30 anos; 

7. A religião considerada mais antiga do mundo, o hinduísmo, nasceu no ano 7000 a.C. O cristianismo e o islamismo são as religiões mais jovens;

8. 390.000 pessoas declaram seguir a que é considerada a religião mais recente do mundo, a Ordem dos Jedi. Considerada uma confissão alternativa, ela professa a fé das doutrinas contidas no filme Star Wars. Atualmente, há também outras religiões alternativas, porém com número menor de seguidores. 

A reportagem do The Guardian lembra ainda a importância e influência das religiões, seus papéis na história, o impacto político que elas provocam, assim como a função social que muitas entidades relacionadas a alguma confissão estão realizando em todo o planeta. 

Mas o jornal também alerta: em algumas partes do mundo o preconceito e a perseguição aumentaram. Neste sentido, a reportagem deixa claro que a religião no mundo atual tem uma função decisória e exigirá muitos desafios para os seus seguidores.