Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

3 dicas para você ser um ouvinte melhor

WOMEN,SUITS,LISTENING
Compartilhar

Quer melhorar seus relacionamentos? Siga estes conselhos simples!

Você já se distraiu completamente enquanto alguém estava falando com você? Não se preocupe, todos já fizemos isso. É fácil afastar-se, distrair-se ou deixar nossa atenção começar a viajar antes que a pessoa com quem conversamos tenha terminado a primeira frase. Não é uma luta surpreendente, uma vez que nos dias de hoje os humanos têm uma capacidade de atenção que dura cerca de oito segundos.

Dra. Diana Raab é psicóloga e autora. Em seu livro (Writing for Bliss: A Seven-Step Plan for Telling Your Story and Transforming Your Life) ela pesquisou contos de histórias e aprendeu algumas coisas sobre se tornar um ouvinte habilidoso. Se você, como eu, esforça-se para ouvir bem durante uma conversa, essas três dicas da Dra. Raab podem ajudar muito.

  1. Repita, repita, repita

Os ouvintes experientes muitas vezes repetem as palavras que eles ouviram das pessoas com quem conversam. “Em suas próprias palavras, repita o que alguém lhe disse. Isto é conhecido como reflexão empática”, escreve a Dra. Raab. Este efeito de eco na conversa ajuda de várias formas a melhorar a escuta profunda. Primeiro, constrói empatia pela outra pessoa na conversa. Quando você repete as palavras de quem fala, você está se deixando entrar em seu mundo por alguns minutos. Repetindo o que alguém disse também permite que ele saiba que você ouviu atentamente. Este eco também ajuda a impedir que você salte para conclusões. Você está se permitindo um tempo extra para processar a informação que lhe foi dada, bem como deixar a outra pessoa na conversa corrigir algo que você possa ter ouvido errado.

Como um bônus, quando você escuta e repete o que alguém acabou de dizer, você também está incentivando-o a ouvir bem quando você fala. “Ao ouvir atentamente quando alguém fala, estamos dizendo a elea que nos preocupamos com o que ele está dizendo”, disse a Dra. Raab. “Também é importante lembrar que ouvir é contagioso. Quando ouvimos os outros, as chances são de que eles estarão mais inclinados a nos ouvir”.

  1. Torne-se fluente na linguagem corporal

Quando você não está prestando atenção em uma conversa, suas expressões faciais refletem sua falta de interesse. Quando você estiver trabalhando em boas habilidades de escuta, esteja consciente de sua própria linguagem corporal. Uma das dicas da Dra. Raab para uma boa linguagem corporal auditiva? Contato visual. “Olhe nos olhos dos outros quando eles estão falando”, diz ela.

Existem outras maneiras de melhorar suas intenções de habilidades de escuta através da linguagem corporal, também. Acene com sua cabeça quando alguém estiver falando para demonstrar interesse e envolvimento. Incline-se para o orador, mostrando o seu interesse e desejo de ouvir atentamente. Finalmente, segure seu corpo em uma posição mais aberta, desdobrando seus braços e transformando todo o seu corpo em direção à pessoa que está falando. Esta posição transmite uma abertura geral à conversa e à pessoa que fala.

Não se considera fluente na linguagem corporal? Não se preocupe – a escuta profunda pode ser uma habilidade aprendida. “A boa notícia é que podemos aprender a ser melhores ouvintes”, afirma a Dra. Raab, com tranquilidade. “No entanto, a audição exige prática. Quanto mais o fazemos, mais conseguimos, e mais positivas serão nossas relações interpessoais”.

  1. Ouça para entender

“Um estudo conduzido por Faye Doell em 2003 mostrou que existem dois tipos diferentes de escuta – ouvir para entender e ouvir para responder. Aqueles que ouvem para entender têm maior satisfação em suas relações interpessoais do que outros. Enquanto as pessoas pensam que podem estar ouvindo para entender, o que realmente estão fazendo é ficar esperando para responder”.

Um estudo de 2010 realizado por Charles G. Gross descobriu que há um tempo de atraso entre o que ouvimos quando alguém fala conosco e o que entendemos. Dependendo de quem você é e suas habilidades de escuta, o tempo de atraso pode ser de alguns segundos, mas pode demorar até um minuto para processar todas as informações que alguém lhe deu em uma conversa. Quando você ouve para responder, não se permite tempo para processar o que alguém disse e responde com intencionalidade. Em vez de apenas ouvir uma pausa na conversa para que você possa interpor suas opiniões ou pensamentos sobre o assunto, dê um passo atrás e trabalhe para entender o que alguém disse. Pergunte-se: como melhorar suas habilidades de “ouvir para entender”? Se você usa a ferramenta de conversação para repetir as palavras de alguém, você se dá mais tempo para entender de onde elas estão vindo.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.