Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Cuidado! O diabo nos ronda

Francisco Goya (1746–1828)
Compartilhar

Saiba como se precaver dele

De repente, você lê isto: “Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar” (1 Pedro 5,8). 

Aí você começa a refletir e a se preocupar quando um católico assegura que não existe nem o diabo nem o inferno. 

São temas nos quais nunca gostei de tocar. E reconheço que foi um erro. Devemos alertar os outros, para que eles estejam vigilantes, para que não se deixem vencer pelas tentações e pelo ódio do maligno. 

A passagem dele pelo mundo é sutil. Ele gosta de passar despercebido, atuar discretamente. Mas sempre deixa rastros.

Se você é como eu, que gosta de livros de detetives, poderá encontrar pistas suficientes de sua presença. Ele trabalha nos bastidores, oculto, silencioso. Deixa pequenas marcas como as peças de um quebra-cabeça. Basta uni-las e você chegará a um retrato assustador de seu ódio à humanidade. 

Diz-se que a santa Bíblia menciona o inferno 70 vezes e outras tantos o maligno. 

“Jesus lhe disse: ‘Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’” (Mateus 4:10). Portanto, sua existência é uma sutileza, que marca a vida de muitos e abre as portas ao pecada e à perda da graça santificante. Parece-me que negá-lo é remar contra a corrente. 

Abrace a verdade. Você pode encontrá-la nas Escrituras, nos ensinamentos, nos Doutores da Igreja. E, principalmente, use a capacidade que Deus lhe Deu para discernir. 

Lembro-me de ter lido sobre o Padre Pio conversando com uma pessoa. “Padre Pio, não creio no inferno”. E o padre responde: “Vai acreditar quando chegar lá”. 

Se você ainda não acredita no demônio, procure pistas, leia as escrituras, olhe ao seu redor e chegará a uma simples conclusão: ele existe. E não é apenas mal; é malíssimo.  

Eu sempre fiquei impressionado com a visão do inferno que os pastorinhas de Fátima tiveram e as duas frases da Virgem Santíssima: 

  • “Rezem, rezem muito, e façam muitos sacrifícios pelos pecadores, pois muitas almas vão para o inferno por não terem quem se sacrifique e reze por elas”.
  • “Para salvar-nos, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração”. 

Como se cuidar? As Escrituras ensinam com clareza. Inclusive indicam as armas espirituais para lutar e vencer. Leia a Santa Bíblia. Não tenha medo. Reze, tenha fé e viva o Evangelho. Confie em Deus e conserve como um tesouro o seu estado de graça. 

Coragem!

Deus o abençoe. 

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.