Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco expulsa padre culpado de abusos sexuais

POPE FRANCIS

Antoine Mekary | ALETEIA | I.Media

Reportagem local - publicado em 18/09/18

Esgotados todos os recursos, a sentença é inapelável

Conforme comunicado oficial da Arquidiocese de Santiago do Chile, o Papa Francisco expulsou inapelavelmente do estado clerical o padre Cristián Precht Bañados, acusado de abusos sexuais contra menores naquele país:

“O Santo Padre decretou, de forma inapelável, a demissão do estado clerical ‘ex officio et pro bono Ecclesiae’ e a dispensa de todas as obrigações unidas à sagrada ordenação do reverendo Cristián Precht Bañados”.

O decreto ordena também que o bispo comunique imediatamente “a nova situação canônica do afetado ao povo de Deus“.

Precht Bañados foi um dos fundadores do Vicariato da Solidariedade, um grupo cuja finalidade pública era ajudar as vítimas do regime de Augusto Pinochet. Em 1991, ele também ajudou a criar o Vicariato da Esperança Jovem, ligado à pastoral da juventude no Chile.

As acusações de abusos sexuais contra o sacerdote começaram em 2011 e as investigações comprovaram os comportamentos abusivos, cuja prescrição foi revogada por causa da gravidade dos fatos. Em 2012, a Congregação para a Doutrina da Fé o declarou culpado. Com a continuidade do processo, respeitando-se os direitos à defesa, a Arquidiocese de Santiago suspendeu o padre do ministério sacerdotal durante cinco anos. Agora, encerrado o processo, Cristián Precht Bañados está definitivamente expulso do estado sacerdotal.

Tags:
Abusos SexuaisPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia