Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Pai-avô-sacerdote: aos 71 anos, ele foi ordenado padre diante do filho e 3 netos

Pe. Giuseppe Mangano
Compartilhar

"Deus me chamava, me agarrava pelos cabelos, mas eu fugia (...) Meu diretor espiritual me disse, há 30 anos, que eu receberia os 7 sacramentos"

Em declarações à rede italiana TV2000, o recém-ordenado padre Giuseppe Mangano, também italiano, afirmou:

“Nosso Senhor chama muitas vezes. Eu sempre digo, brincando, que o Senhor me chamava, me agarrava pelos cabelos, mas eu fugia”.

A “fuga” em questão evoca o fato de que, na juventude, Giuseppe tinha estudado no seminário, mas, depois, se sentiu chamado à vida matrimonial. Ele se casou, foi pai, teve netos, enviuvou. E, então, um novo chamado ressoou no seu coração.

Neste último domingo, 16 de setembro, o agora sacerdote de 71 anos celebrou a sua primeira missa e, muito emocionado, fez questão de recordar o amor pela esposa, que já partiu para a Casa do Pai.

“Ela faleceu há dez anos. Ela me encorajou a seguir o diaconato, mas faleceu antes que eu me tornasse diácono. Ela estava doente já fazia muito tempo e, quando estava morrendo, me disse também que eu poderia ser sacerdote. Então eu procurei o discernimento do arcebispo”.

O pe. Giuseppe se refere a dom Matteo Zuppi, arcebispo de Bolonha, que, após acompanhar a sua trajetória espiritual, aprovou a ordenação sacerdotal do bom viúvo.

Participaram da missa de ordenação do pai-avô-sacerdote o seu filho Francesco e os netos Francesca, de 15 anos, e Vasco e Giuseppe, gêmeos, de 10.

“Agora só falta um sacramento”

O pe. Giuseppe é um homem repleto de privilégios espirituais. Dos 7 sacramentos, ele observa, bem-humorado, que lhe falta apenas a extrema unção. E isto é praticamente uma “profecia”, pois ele mesmo, que já foi batizado, se confessou e foi perdoado, comungou, foi crismado, se casou e foi ordenado sacerdote, relata sobre um antigo diretor espiritual:

“O meu diretor espiritual me disse, há 30 anos, que eu receberia os sete sacramentos”.

Pedimos a Deus que de fato conceda ao pe. Giuseppe a graça de partir deste mundo bem preparado pela unção dos enfermos – mas que não tenha pressa nenhuma em “completar essa lista”! Vida longa e frutífera a este pai-avô-sacerdote!

Aleteia Top 10
  1. Lidos