Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Para Ela

O que fazer quando se sentir a beira do grande esgotamento

MOTHERHOOD

Zvica Kerkez - Shutterstock

Marlena Bessman-Paliwoda - publicado em 23/09/18

Como sair desse estresse insuportável e evitar uma ruptura

Entre lutar para pegar o bebê chorando no assento do carro e deixar o irmão mais velho no jardim de infância na hora certa, tudo enquanto se lembra de enviar aquele e-mail de trabalho crucial ou colocar as roupas para lavar, não é de admirar que as mães frequentemente estejam esgotadas nos dias de hoje. Mas o que acontece quando esses sentimentos parecem incontroláveis?

Você pode estar à beira de um esgotamento – você sabe, esse sentimento quando você é puxado em todas as direções, e apenas a menor tarefa diária parece totalmente insuperável?

Você pode se ajudar se você conseguir identificar o problema e adotar alguns bons hábitos.

O que está acontecendo?

Senhoras, há momentos em que é difícil, quando atingimos nosso limite e sentimos que devemos nos esconder no banheiro e chorar. Eu também estive lá.

Depois que meu bebê nasceu, quando os amigos anunciaram que eles estavam planejando uma visita, eu decidi limpar a casa inteira. Eu queria que tudo fosse perfeito, incluindo o bolo caseiro que preparei. Depois de todo esse esforço, não tive energia para tomar banho. E eu aprendi com isso? Claro que não! Toda vez eu me encontro seguindo a mesma rotina. Eu sinto que tenho que fazê-lo. Imagino meus convidados lançando um olhar crítico sobre a menor partícula de poeira, a verificação para ver se o cesto de roupa está cheio e, basicamente, julgando-me pelo estado da minha casa.

Cuidar de uma criança é uma tarefa monumental para qualquer mãe. Esforçar-se pela perfeição com o desejo de satisfazer as demandas dos outros – ou o que pensamos que esperam – faz-nos sentir falhar permanentemente. Mas isso não é tudo…

Eu imaginei que, após o nascimento do meu filho, recuperaria meu “eu” pré-bebê. E acho que é aqui que começa muita desilusão: minha vida inteira mudou e não sabia o que fazer. Eu não tinha mais energia. Eu queria ser uma supermãe em todos os níveis: ser feminina e atraente, sendo também a dona de casa perfeita. Além disso, eu também queria aproveitar ao máximo minha licença maternidade para fazer algum treinamento para o trabalho e continuar minha carreira. Eu queria ser uma superesposa, uma supernora e uma superfilha.

Tudo isso estava me comendo por dentro. Era demais para uma mulher. Eu me odiava por ter um único desejo: dormir!

PARE!

Deixe-nos sair desta competição louca para ser a mulher perfeita. O dia de uma mãe já está cheio o suficiente, sem acrescentar toda essa pressão desnecessária (e muitas vezes autoimposta). Então faça um pequeno intervalo. Dê-se um merecido descanso. Afinal, o bem-estar de uma mulher também afeta seu papel de esposa. As disputas conjugais são muitas vezes baseadas na falta de sono e na impossibilidade de fazer tudo o que se espera de nós. As mulheres acreditam que o modelo da feminilidade é ser gentil, acessível e com lindos cabelos; sim, é verdade, pessoas ocupadas e brilhantes são ordenadas, calmas e… exaustas.

Toda mulher experimentou, pelo menos uma vez na vida, o que Stasi Eldredge descreveu em seu livro Captivating (Em Busca da Alma Feminina): “As mulheres, quase universalmente, sentem ‘demais’ e ‘não o que deveriam sentir’”.

Domine aquele esgotamento

Todos nós precisamos encontrar nossa própria maneira de superar o esgotamento; nós temos nossos próprios hábitos, nossa maneira de cuidar da casa, nossos filhos e, claro, nossas famílias – e também nossa ideia do que faz uma família modelo.

Mas, o primeiro passo é pedir ajuda: peça ao seu marido, avó ou uma tia para cuidar das crianças. Então, tão simples como isso pode soar, saia de casa. Faça um passeio, vá ao cabeleireiro, à manicure, ou vá comprar algo para você – mesmo que seja uma coisa simples. Apenas evite lojas para crianças.

Tire um pouco de tempo para você

E enquanto estivermos nisso, aqui estão mais algumas sugestões:

– Tome um longo banho, coloque um pouco de maquiagem ou tire uma longa soneca. O objetivo é não ter interrupções!

– Ignore a bagunça – não faça qualquer trabalho doméstico se você não tiver energia; descanse e aproveite alguns momentos simples com sua família.

– Faça algum exercício físico, dance! Apenas divirta-se, mesmo que esteja dançando com seus filhos enquanto ouve uma música que você ama. Isso deixará você se sentindo mais positivo e otimista.

– Escolha amigos com cuidado: evite aqueles que constantemente reclamam e carregam o peso do mundo em seus ombros; cerque-se de pessoas felizes e alegres.

– Tente descobrir o que você realmente gosta: fazer uma aula de dança semanal, fazer caminhadas ou fazer um almoço pode fazer muito bem.

– Esteja presente no aqui e agora e não planeje nada excessivo.

– Lembre-se sempre que você não deve nada a ninguém, e você não precisa dizer “sim” a tudo. Você pode dizer não! Você está autorizada!

Como você pode evitar o esgotamento?

Ser mãe não é uma competição. O que conta é o seu marido, seus filhos e você mesma. Durante uma discussão sobre “o que faz um casal” em nosso grupo de trabalho, uma mulher disse: “A maternidade é um desafio. Não se trata de se fechar. A maternidade não deve impedi-la de seguir seus sonhos”.

A vida tem muitas facetas, e ser mãe é apenas uma delas. Então, mude seus interesses; pegue algo novo! Você se sentirá menos sobrecarregada e seu entusiasma pela vida será contagioso.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Bem estarDepressãoDescansoMaternidadeSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia