Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como resistir à tendência crescente de usar drogas para progredir

WOMAN,HANDS,PILLS
Shutterstock
Compartilhar

As mulheres devem se concentrar novamente em nutrir todo o seu ser – corpo, mente... e alma

Parece que a crescente tendência entre as mulheres americanas que usam drogas – legais e ilegais – para progredir no trabalho e equilibrar as demandas de emprego e família atravessou o Atlântico.

O jornal francês Figaro apresentou um artigo sobre o crescente número de mulheres francesas que usam substâncias psicoativas para ajudar em tudo, desde encontrar alívio do estresse e insônia até aumentar a criatividade e a energia no trabalho.

O artigo detalha como as mulheres começaram a tentar encontrar uma maneira de acalmar suas mentes e dormir à noite, mas logo começaram a buscar alívio do estresse após o trabalho para recuperar a calma em casa.

Isso levou a encontrar maneiras de impulsionar sua criatividade e energia no trabalho. Eventualmente, muitas dessas mulheres acabaram no escritório do Dr. William Lowenstein para tratamento. Um dos mais notáveis especialistas franceses em dependências, Dr. Lowenstein, disse que nos últimos anos suas pacientes do sexo feminino aumentaram essa prática de 20 a 30% para 40 a 50% – e ele afirma que seus vícios são diretamente relacionados ao trabalho.

O uso de drogas relacionadas ao trabalho é um território familiar para as mulheres americanas. As mulheres no Vale do Silício e outros ambientes de trabalho de alta pressão vêm experimentando há anos drogas que melhoram o desempenho, usando tudo, desde drogas não medicinais não regulamentadas e medicamentos “inteligentes” como Metilfenidado até cannabis (maconha) e microdoses de LSD. Vários anos atrás, a NBC e outros meios de comunicação começaram a alarmar a tendência crescente de mulheres que usam drogas para progredir, ficar à frente.

Quase 6% das mulheres americanas – 7,5 milhões de mulheres adultas – relatam o uso de medicamentos prescritos para aumentar a energia, ter uma dose de calma ou outras razões não médicas, de acordo com os últimos números do National Institute on Drug Abuse (NIDA – sigla em inglês para Instituto Nacional de Abuso de Drogas).

“Muitos podem não considerar como abuso o que estão fazendo porque estão usando um medicamento prescrito”, diz Susan R.B. Weiss, chefe do Departamento de Política de Ciência do NIDA. “Muitos desses medicamentos estão sendo usados ​​como aprimoradores de desempenho”.

Esses “números mais recentes” têm quase 10 anos e a tendência não mostra sinais de desaceleração. Infelizmente, também é o caso do que o Dr. Lowenstein observou nas mulheres francesas – o mundo de alta pressão, de conectividade constante aumenta drasticamente o estresse relacionado ao trabalho e torna muito mais difícil equilibrar o trabalho e a família.

A melhor maneira de combater o estresse e a fadiga relacionados ao trabalho seria pressionar o ambiente de trabalho, mas isso nem sempre é possível.

Felizmente, há uma maneira melhor de desestressar e aumentar os níveis de energia – e, embora exija mais esforço e proporcione menos gratificação instantânea do que remédios, também não vem com uma lista de efeitos colaterais e potencialidade para o vício.

Parece simples, mas não é. Isso exige investir tempo e energia em você mesmo e fazer o trabalho duro de nutrir todo o seu ser – corpo, mente e alma.

Sua alma vem primeiro, na verdade. Uma vida espiritual saudável, recorrendo frequentemente aos sacramentos, lhe dará as graças que você precisa para enfrentar os desafios da vida. Oração, jejum e direção espiritual são práticas antigas por uma razão: são essenciais para viver uma vida vibrante e pacífica. E não se esqueça do poder dos amigos – as amizades enraizadas na fé lhe darão ombros fortes para se apoiar quando a vida ficar esmagadora.

O seu corpo vem depois. Não se esqueça de que o corpo e a alma estão inseparavelmente entrelaçados, e descuidar de um afetará o outro. Exercício físico regular e alimentação saudável são as melhores maneiras de aumentar os níveis de energia e combater o estresse, mas seja intencional em relação a isso.

Ativar seu coração de manhã é uma ótima maneira de obter fluxo sanguíneo, e yoga ou natação podem ajudar a aliviar o estresse e acalmá-lo no final do dia.

Não se esqueça de cuidar da sua mente, também. Quando o estresse ameaça sobreviver durante o dia, pratique meditação cristã e respiração profunda. Rezar o Rosário ou o Terço da Misericórdia Divina no meio da tarde pode ser tudo o que você precisa para diminuir a pressão sanguínea, acalmar sua mente e te colocar no centro novamente para terminar o dia.

A pressão de encontrar um equilíbrio entre trabalho e família é maior do que nunca, particularmente para as mulheres. Mas, ao invés de recorrer a substâncias que fornecem uma solução rápida (mas a um alto preço), façam o trabalho de nutrir todo o seu ser. Isso não só ajudará você a ficar fora da armadilha do vício, mas também lhe dará a força e a graça que você precisa para enfrentar o presente e se preparar para o futuro.