Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
home iconEstilo de vida
line break icon

“Selfie”: moda ou sintoma de transtorno mental?

SELFIE

Photo by Alla Biriuchkova on Unsplash

Javier Fiz Pérez - publicado em 25/09/18

O que as suas fotos dizem sobre você? Os psicólogos já falam em "síndrome da 'selfie'"

Se você está obcecado(a) em compartilhar seus auto-retratos (ou as famosas selfies) nas redes sociais ou conhece alguém assim, esta informação pode te interessar: especialistas dizem que, ao fazer selfies reiteradamente, você está expressando certas necessidades.

Sob a hashtag #me ou #selfie que costuma acompanhar estas fotos, milhares de pessoas publicam seus retratos nas redes sociais. Só no Facebook, calculam-se que circulam mais de 240 milhões de fotografias deste tipo. Mas, por que as pessoas gostam tanto de publicar selfies? Aqui vão alguns motivos:

  • por diversão;
  • para presumir o seu sucesso;
  • para enviar como mensagem para alguém;
  • para compartilhar momentos.

Embora nunca se deva generalizar, uma análise psicológica deste tipo de comportamento nos adverte que expor excessivamente a vida pessoal pode ser característica de um indivíduo com baixa autoestima, que busca aprovação e aceitação do outro.

RAGAZZA, TELEFONO, SELFIE
Shutterstock

Mas seria a egolatria uma reação inevitável nas redes sociais? Sociólogos e psiquiatras concordam que as pessoas mostram somente o que querem, construindo, assim, uma identidade para ser retroalimentada e validada pelos outros.

Óbvio que esta afirmação é uma generalização. É importante analisar cada caso, pois há quem expõe suas fotos por motivos válidos, não apenas por uma necessidade de afirmação social.

Por isso, é preciso diferenciar os perfis que correspondam a pessoas com uma maturidade saudável daqueles que tendem a usar as selfies como atos de vaidade, indicando traços de narcisismo, falta de autoestima, necessidade de auto-afirmação e de construção da identidade.

MĘŻCZYZNA ROBI SELFIE
Shutterstock

Algumas características do narcisista:

A pessoa não escuta. Só desqualifica o outro. Nega, desqualifica e ignora o comentário das pessoas;

  • preocupa-se apenas consigo mesma. O narcisista é egoísta e só está interessado no próprio bem;
  • pente-se acima de todos. Acha que é superior a tudo e todos;
  • é intolerante a críticas. Costuma ter um conceito muito alto de si mesmo e de sua importância. No entanto, qualquer pequena crítica negativa o deprime;
  • não assume responsabilidades. Se as coisas vão mal, costuma jogar a culpa nos outros;
  • É explosivo. Qualquer coisa o leva a perder o controle.

A moda do culto à imagem

O fenômeno das selfies e do narcisismo desencadeou uma tendência de exaltação da imagem. Isso pode ocasionar um círculo virtuoso, potencializando a imagem positiva ou atrativa de si mesmo. Pode também ocasionar um círculo vicioso, ao ressaltar uma autoimagem negativa ou falsa.

As selfies costumam levar as pessoas a se sentirem superiores. Isso fica claro, sobretudo, diante das críticas. É nesse momento que a pessoa percebe que sua imagem está ferida e reage desproporcionalmente.

São reações própria de quem confunde o mundo real com o virtual e não respeita certos limites das relações interpessoais.




Leia também:
E se o mundo fosse um pouco #menosselfie?


WOMAN NARCISSIST

Leia também:
A linda falsa vida que muitos sentem a necessidade de mostrar

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
InternetRedes sociais
Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia