Aleteia

Sacerdote sacrifica a vida para salvar amigo que se afogava

Pe Charles Ebele
Azubike Okwuoto Imoka / Facebook
Compartilhar

Quando o barco virou em um dos maiores rios da África, o padre entregou seu colete salva-vidas ao amigo. O corpo ainda não foi encontrado.

Jornais da Nigéria têm repercutido o gesto heroico de um sacerdote que sacrificou a própria vida ao entregar o seu colete salva-vidas a um amigo que se afogava, depois que o barco em que eles estavam virou em pelo rio Níger, um dos maiores da África.

O pe. Charles Chukwukelue Ebele era pároco da igreja de São Judas Tadeu, em Anambra, e o seu corpo ainda não foi encontrado após a tragédia, ocorrida em 15 de setembro.

A notícia chegou à mídia a partir das redes sociais. Um usuário do Facebook, Azubike Okwuoto Imoka, postou uma fotografia do sacerdote com esta legenda:

“Uma testemunha contou que o pai de um amigo que estava visitando o padre estava no barco junto com ele quando aconteceu o acidente e disse que o pe. Ebele ficou sem auxílio quando o barco virou, porque entregou o seu colete salva-vidas ao amigo”.

Azubike acrescentou que o sacerdote era conhecido “pela humildade e dedicação à comunidade católica”.

Centenas de comentários à postagem ofereceram orações e demonstraram admiração e respeito pelo pe. Ebele e pelo seu gesto de heroísmo. Um deles:

“Não é nada fácil. É um verdadeiro gesto que Jesus Cristo realizaria” (DrEjikeonye Ikechukwu).

Peçamos a Deus que conceda ao pe. Charles Chukwukelue Ebele o eterno descanso.

Boletim
Receba Aleteia todo dia