Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Presidente palestina diz que EUA não são os únicos mediadores da paz

© European External Action Service

https://www.flickr.com/photos/eeas/7534415486

Agências de Notícias - publicado em 27/09/18

Donald Trump surpreendeu na ONU ao expressar, pela primeira vez, uma preferência pela criação de um Estado palestino

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, disse nesta quinta-feira que os Estados Unidos não são os únicos mediadores no Oriente Médio porque são tendenciosos e prejudicam os esforços para chegar a uma solução de dois Estados.

“Este governo renegou todos os compromissos anteriores dos Estados Unidos, e minou a solução de dois Estados”, além de emitir “falsas declarações de preocupação sobre as condições humanitárias do povo palestino”, queixou-se Abbas à Assembléia Geral das Nações Unidas.

“Os Estados Unidos atuam como mediadores, mas os vemos agora com novos olhos “, afirmou Abbas.

Os Estados Unidos não podem ser o único mediador, segundo ele, porque Donald se voltou para Israel desde que assumiu o poder.

“Temos um Quarteto a nossa disposição, muito bem! Os Estados Unidos podem participar do Quarteto”, acrescentou, referindo-se ao Quarteto para o Oriente Médio que reúne os Estados Unidos, a Rússia, a União Europeia e a ONU.

Ele criticou em particular que Washington reconheceu Jerusalém como a capital de Israel, pelo o corte da ajuda dos Estados Unidos à agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA) e sua decisão de fechar o escritório da Organização de Libertação da Palestina (OLP) em Washington.

“Todas essas decisões ameaçam a causa nacional palestina e constituem um ataque ao direito internacional e resoluções relevantes das Nações Unidas”, disse Abbas.

“É irônico que o governo dos EUA ainda esteja falando sobre o que eles chamam de ‘acordo do século’, mas o que resta para este governo dar ao povo palestino? Soluções humanitárias?”, questionou.

O presidente americano, Donald Trump, surpreendeu na ONU ao expressar, pela primeira vez, uma preferência pela criação de um Estado palestino coexistindo com Israel, sem parecer alterar, porém, as linhas do conflito no curto prazo.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia