Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Reitor de Fátima: “Vive-se cada vez mais como se Deus não existisse”

Shutterstock / Lolostock
Compartilhar

O sacerdote também enfatizou: "Toda a mensagem de Fátima e a sua espiritualidade partem da Santíssima Trindade e a Ela conduzem"

O reitor do santuário português de Fátima, pe. Carlos Cabecinhas, participou das recentes celebrações pelos 60 anos de consagração da paróquia de outro santuário dedicado a Nossa Senhora de Fátima: o de Talsano, na Itália, onde foi entronizada uma réplica da imagem de Fátima que fica na Capelinha das Aparições em Portugal.

Nesse contexto comemorativo, o pe. Carlos destacou as aparições angélicas de 1916, que enfatizam “o primado de Deus, Santíssima Trindade, na nossa vida“. A partir dessa constatação, ele observou:

“Vivemos, hoje, tempos exigentes em que já não enfrentamos oposição militante, mas indiferença (…) Nas nossas sociedades, vive-se cada vez mais como se Deus não existisse, sem contar com Ele e com a Sua vontade para configurar a vida e definir as escolhas e opções”.

E prosseguiu:

“Toda a mensagem de Fátima e a sua espiritualidade partem da Santíssima Trindade e a Ela conduzem (…) A mensagem de Fátima, logo desde as aparições do Anjo, sublinha a centralidade da Eucaristia na nossa vivência cristã e daqui nasce a exortação à adoração, à atitude reparadora, à oração insistente e sem desânimo. A oração é outra dimensão fundamental da mensagem de Fátima”.

O pe. Carlos ressaltou também o exemplo de santidade dos pastorinhos que viram as aparições de Maria:

“Nos Santos Francisco e Jacinta contemplamos uma vida simples, mas vivida com heroicidade; uma vida de crianças daquelas idades, mas completamente centrada em Deus (…) Os pastorinhos acolheram de imediato e sem reservas os pedidos de Deus que lhes chegaram pela mão do Anjo e de Nossa Senhora. O exemplo das suas vidas desafia-nos a, também nós, escutarmos atentamente a voz de Deus, que nos fala na Sua Palavra”.

Ele recordou ainda, nos pequenos grandes São Francisco e Santa Jacinta, “o exemplo da atitude de atenção aos outros e às suas necessidades, que nos mostra que não há verdadeiro amor a Deus que não passe necessariamente pelo amor aos irmãos“.

Por fim, o pe. Carlos ressaltou que o aniversário do santuário em Talsano “é desafio renovado a acolher a mensagem de Fátima e a imitar os Santos Pastorinhos“.

___________

Com informações do site oficial do Santuário de Fátima