Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 25 Setembro |
Santos Paulo e Tata, cônjuges, e seus filhos Sabiniano, Máximo, Rufo e Eugênio
home iconEstilo de vida
line break icon

O que as crianças com doenças terminais pensam sobre a morte?

CHILD SICK

Jeep5d I Shutterstock

Javier Fiz Pérez - publicado em 05/10/18

Como elas enfrentam a realidade da dor e do sofrimento?

Quando uma criança tem uma grave doença, é comum que ela atravesse diferentes etapas até se tornar consciente de sua realidade. A percepção da morte também varia segundo a etapa evolutiva a criança, as circunstâncias que a rodeiam e seus estados físico, cognitivo, verbal, emocional e social.

O importante, nesses casos, é que as crianças e adolescentes com doenças terminais contem com a presença afetuosa da família e da equipe médica que as atende. Isso vai fortalecer sua fé e lhe dar suporte nestes momentos difíceis e dolorosos para todos.

Durante a primeira infância

Na primeira infância, as crianças não conseguem compreender o que é a doença e respondem fundamentalmente à dor e ao mal-estar físico da enfermidade e do tratamento.

A criança também responde à separação forçada da mãe durante os períodos de hospitalização, bem como à presença de estranhos. Do nascimento aos 18 meses, o conceito de morte para a criança é a própria separação.

Dos 18 meses aos cinco anos

A partir dos 18 meses e até os cinco anos, a criança associa a morte ao sonho, à imobilidade e à ausência. Vida e morte são indissociáveis à presença e ausência. A morte, como ausência, está ligada à possibilidade de retorno.

Dos cinco aos 10 anos

Na idade escolar, a maioria das crianças começa a demonstrar curiosidade sobre a morte, a religião, as relações sociais e a arte, entre outras coisas.

Para a criança doente, a hospitalização pressupõe não só a separação dos pais, mas também dos amigos e do colégio. Ela se sente ameaçada e insegura.

O temor da mutilação predomina nesta etapa. As crianças têm medo que seus corpos fiquem marcados ou destruídos para sempre – seja pela doença ou pelo tratamento. É nesta etapa que a criança começa a pensar no verdadeiro conceito da morte.

Na pré-adolescência e na adolescência

Nesta etapa, o funcionamento cognitivo começa a ser formal e lógico. A enfermidade é vivida com amargura e ira devido ao isolamento e as limitações que ela impõe sobre o desenvolvimento da identidade do adolescente. O temor de perder o controle sobre as funções do corpo se acentua, assim como a vergonha por não ser igual aos colegas da mesma idade.

Nesta idade, a morte é encarada como o fim de toda a vida. Este caráter da universalidade da morte, que não perdoa ninguém, nem mesmo as crianças, é a noção mais difícil de integrar no universo conceitual da criança. Até então, a morte estava ligada à velhice e à violência.

Entretanto, os adolescentes agem como se fossem imortais e como se fosse pouco provável a morte atingi-los. Geralmente, manifestam fantasias de onipotência e se defendem da ameaça de morte. Como consequência, a negação é comum entre os adolescentes doentes.

Tags:
FilhosMortePsicologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
2
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
3
Oração católica para pedir chuva
Reportagem local
Existe oração católica para pedir chuva? Sim, e aqui vai ela
4
Gelsomino Del Guercio
Padre Pio tinha os estigmas, mas uma ferida secreta era mais dolo...
5
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Reportagem local
Milagre do sangue de São Januário volta a ser registrado em Nápol...
6
Padre Pio
Maria Paola Daud
3 orações a Padre Pio para pedir por uma causa urgente
7
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel presta uma homenagem eletrizante a Maria
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia