Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Aleteia

O seu corpo pode apresentar estes 8 sintomas se você anda muito estressado

Shutterstock
Compartilhar

Você sabia que o estresse pode afetar o corpo de curto a longo prazo?

O estresse afeta todas as pessoas. Ele está presente no dia a dia e isso é normal. Mas, o estresse excessivo pode deixar uma pessoa doente tanto mental quanto fisicamente.

Segundo o WebMD, o estresse é uma reação do corpo a situações de risco, sejam elas reais ou não. Quando a pessoa se sente ameaçada, uma reação química ocorre no corpo, fazendo com que ela se prepare para agir de forma a evitar ser prejudicada.

Esta reação química está caracterizada pela produção e liberação de neurosubstâncias como adrenalina, noradrenalina e cortisol. “As duas primeiras dilatam os vasos sanguíneos de órgãos vitais do corpo, a fim de preservá-los perante a situação de risco, e diminuem a circulação dos locais menos importantes. Já o segundo, aumenta a glicemia e transforma gordura em energia disponível”, explica a psiquiatra, Elizabeth Zamerul Ally, ao Vix.

Esta reação de se sentir ameaçado coloca o corpo em alerta, fazendo com que os batimentos cardíacos aumentem, a respiração fique mais rápida, os músculos se contraiam e a pressão sanguínea aumente.

Estar em alerta o tempo todo não faz bem porque o corpo humano pode suportar o estresse, ou seja, estar em estado de alerta, apenas em proporções baixas.

O estresse pode afetar uma pessoa na maneira em que ela age, pensa e até mesmo sua saúde física. O Healthline listou alguns dos sintomas que podem surgir por causa do estresse. Estes sintomas podem variar de acordo com o organismo de cada pessoa.

Sintomas físicos

1. Acne

O estresse pode causar acne. Primeiro porque pessoas estressadas tocam seus rostos com mais frequência e isso pode espalhar bactérias e causar acne. Segundo, alguns estudos já comprovaram que o surgimento de acne pode estar associado a níveis altos de estresse.

2. Dor de cabeça

Estudos descobriram que o estresse pode contribuir para o surgimentos de dor de cabeça. Uma pesquisa feita com 267 pessoas descobriu que um acontecimento estressante ocorreu antes do surgimento da dor de cabeça crônica de 45% das pessoas participantes.

3. Problemas digestivos

Um estudo feito com 2.699 crianças descobriu que situações estressantes estavam associadas ao aumento do risco de constipação. O estresse pode causar diarreia, náusea e problemas digestivos como a síndrome do intestino irritável.

4. Dores musculares ou dores crônicas

Dores crônicas ou musculares podem ser causadas por causa do estresse excessivo. Um estudo descobriu que altos níveis de liberação do hormônio cortisol podem estar associados à dor crônica.

5. Batimento cardíaco acelerado

O batimento cardíaco acelerado pode ser um sintoma do estresse elevado. Um estudo mediu o batimento cardíaco em resposta a eventos estressantes e não estressantes, e foi descoberto que o batimento era significativamente mais alto em situações estressantes.

6. Insônia

O estresse pode causar problemas no sono e insônia, consequentemente podendo causar baixa energia. Um estudo feito com 2.316 participantes mostrou que situações de alto estresse estão associadas ao aumento do risco de insônia.

7. Infecções frequentes

O estresse pode causar problemas ao sistema imunológico e isso pode fazer com que pessoas estressadas estejam mais sujeitas a infecções e doenças, como gripe. Uma análise feita com 27 estudos mostrou que o estresse estava conectado a maiores chances de desenvolvimento de infecção do trato respiratório superior.

8. Suadouro

O alto nível de estresse pode ser o causador de suadouro excessivo. Um estudo analisou 20 pessoas com uma condição que se caracteriza no suadouro excessivo das mãos e descobriu que o estresse e esforço demasiado aumentaram o nível de suadouro dessas pessoas significativamente.

Sintomas emocionais e mentais

  • Agitação
  • Dificuldade em manter a mente quieta
  • Baixa autoestima
  • Preocupação constante
  • Memória ruim
  • Falta de foco
  • Pessimismo

A presença de um, alguns ou vários sintomas citados acima por si só não caracteriza estresse. Todos os sintomas citados, tanto os físicos como os emocionais e mentais podem ser causados por outro motivo, transtorno ou doença. Por isso consulte um profissional para receber um diagnóstico.

Consequências do estresse excessivo a longo prazo

Como já foi dito, o estresse normal não é algo para se preocupar. Mas há algumas consequências do estresse excessivo a longo prazo, como:

  • Problemas mentais, como depressão e ansiedade.
  • Problemas cardiovasculares, como pressão alta
  • Obesidade
  • Problemas menstruais
  • Problemas na pele e cabelo, como acne e queda capilar
  • Problemas gastrointestinal, como gastrite

(via Família)