Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Abril |
Bem-aventurada Maria Gabriela Saghéddu
home iconEstilo de vida
line break icon

A grande razão pela qual você deve desistir do açúcar – e a melhor maneira de fazer isso

Shutterstock

Calah Alexander - publicado em 07/10/18

Você não pode contestar a pesquisa: precisamos reduzir nosso consumo de açúcar se quisermos permanecer saudáveis

O cardiologista Dr. Aseem Malhotra passou anos estudando os motivos do aumento das taxas de doenças cardíacas e obesidade, e ele tem certeza de que encontrou a resposta em Pioppi, uma aldeia no sul da Itália. As pessoas que vivem lá nunca ouviram falar sobre o diabetes tipo 2 e muitas vezes vivem por um século ou mais. Mas o Dr. Malhotra disse ao Express que a chave não é tanto o que eles comem – é o que eles não comem:

“Sim, os moradores comem massas – mas apenas em pequenas quantidades, e raramente comem açúcar. Eles só comem sobremesa em um domingo, pizza uma ou duas vezes por mês. Eles almoçam devagar. Eles não têm academia, mas estão sempre em movimento”.

O açúcar está começando a ser reconhecido mais e mais como o culpado por trás de inúmeras doenças, desde o diabetes tipo 2 ao câncer. Um estudo recente na Universidade do Texas em Dallas descobriu que o carcinoma de células escamosas é notavelmente mais dependente do açúcar para o seu suprimento de energia em comparação com outros tipos de câncer.

A doença de Alzheimer também tem sido associada ao excesso de consumo de açúcar, assim como condições inflamatórias como a síndrome do intestino irritável. De forma alarmante, os pesquisadores também estão começando a encontrar associações entre o açúcar e a doença mental – depressão, esquizofrenia e ansiedade são apenas algumas doenças mentais que estão cada vez mais ligadas à neuroinflamação, resultado direto da ingestão de açúcar refinado.

Por um lado, essas descobertas são surpreendentes. A ideia de que algo tão simples – eliminar o açúcar refinado – poderia ter uma cascata de benefícios positivos para a saúde é notável.

Por outro lado… como podemos sobreviver sem doces?

Eu acredito totalmente em todas as pesquisas sobre o açúcar sendo tóxico. E eu definitivamente acredito que é viciante, porque eu posso comer um pacote de chocolate sem piscar. Meus filhos herdaram isso também, o que torna duplamente difícil abandonar o açúcar. Mas, ao tentar eliminar o açúcar, encontrei alguns truques que ajudam.

Primeiro, substituí o açúcar refinado por fruta. Ainda é açúcar, sim, mas definitivamente é melhor para meus filhos (e eu) comer uma tigela de cerejas após o jantar do que uma tigela de sorvete. Isso acalma os desejos de açúcar e serve como uma sólida dose de antioxidantes.

Em segundo lugar, eu comecei a fazer “guloseimas” noturnas que são livres de açúcar e damos nomes de sobremesas. O favorito dos meus filhos é “Sweet Cream Sweet Dreams”, que é apenas um leite morno com um pouco de mel, um pingo de baunilha e um pingo de canela e noz-moscada. Realmente os ajuda a dormir mais facilmente e mais profundamente, e eles ficam tão entusiasmados com isso quanto costumavam receber um doce.

Em terceiro lugar, e o mais importante, tentei mudar a maneira como eu penso e falo sobre o açúcar. Em vez de vê-lo como um prazer de que eu estou sendo privada, eu comecei a chamar de veneno.

Dramático, sim, mas não mais dramático do que os efeitos tóxicos que ele tem sobre o corpo humano.

Existem vários recursos para desintoxicação de açúcar, e mesmo apenas uma redução irá fazer maravilhas para sua saúde. Uma mudança tão simples quanto mudar de cereal para ovos pela manhã e de chocolate para fruta na sobremesa pode reduzir drasticamente a ingestão de açúcar e melhorar sua saúde – e sua vida.

Tags:
Bem estarSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
ROBERTO CARLOS
Ricardo Sanches
A música que Roberto Carlos cantou no próprio aniversário de 80 a...
2
Imagem de Nossa Senhora na Síria
Reportagem local
Freiras na Síria redescobrem oração de 700 anos contra epidemias
3
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
4
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma gestação rara
5
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
6
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
7
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia