Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Aleteia

Quer um relacionamento melhor? Você precisa rir mais!

Compartilhar

Aqui estão 4 maneiras de introduzir mais risadas (e amor) em seu casamento

Desde o primeiro encontro, Joseph me fez rir. Ele tem uma habilidade para contar histórias engraçadas, embelezadas por seu grande talento em fazer efeitos sonoros. E eu aprecio sua habilidade de fazer até a situação assustadora parecer tranquila graças a uma cara engraçada ou a um comentário divertido. Agora que nos casamos, há quase seis meses, posso dizer honestamente que nunca ri tanto.

A compositora e biógrafa Agnes Repplier escreveu uma vez: “Nós não podemos realmente amar alguém com quem nunca rimos”. O humor é incrivelmente importante em relacionamentos românticos e, recentemente, os estudos psicológicos estão provando como o riso pode realmente ser o melhor tratamento.

O psicólogo Dr. Jeffrey Hall, professor de estudos de comunicação na Universidade do Kansas, publicou recentemente sua pesquisa sobre humor e relacionamentos. “O bom humor entre o casal é um componente crucial na ligação e no estabelecimento da segurança relacional”, escreve o Dr. Hall. “O riso compartilhado, em particular, é um indicador importante da atração romântica entre companheiros potenciais”.

“É bom ter humor”, escreveu Dr. Hall. “Mas é melhor vê-lo em seu parceiro. E é melhor ainda compartilhá-lo”.

Se você está procurando fortalecer seu relacionamento com alguém, aqui estão 4 maneiras de introduzir mais risadas (e amor!) em seu relacionamento hoje…

Estude seu senso de humor

Quando conheci Joseph, algo que me atraiu ainda mais nele foi que encontramos as mesmas coisas engraçadas. Para trazer mais humor para seu relacionamento, você precisa saber o que faz o seu parceiro rir. Afinal, o senso de humor de todos é diferente.

O psicólogo Rod Martin e seus colegas estudaram o humor e desenvolveram o Humor Styles Questionnaire (Questionário de Estilo de Humor), que mede quatro tipos de estilos de humor: autorreforço, afiliativo, agressivo e autodestrutivo. Isso pode envolver qualquer coisa, fazendo piadas sobre o que acontece em sua vida diária até contar histórias que você conhece que todos vão achar engraçadas.

Comece por prestar atenção ao que faz seu parceiro rir. Descubra qualquer coisa que ele ache engraçado e, em seguida, utilize esse conhecimento para iluminar situações e tornar o dia mais agradável.

Ria, mesmo nos tempos estressantes

Estávamos de férias no Colorado no verão passado e Joseph e eu acabamos em um quarto de hospital. Estávamos esperando para ver os resultados de exames que fizeram em mim depois que eu desmaiei naquela manhã. Eu não estava feliz – deveríamos estar escalando montanhas e, em vez disso, ficamos presos em um hospital, graças ao meu baixo nível de açúcar no sangue. Mas, o bom senso de humor de Joseph veio ao resgate, tornando o dia muito mais suportável. Nós rimos sobre como a manhã não era a esperada, mas nós fomos ao Colorado para ter uma aventura.

Todos experimentaram situações estressantes – todos sentimos que estamos a desmoronar em um ponto ou outro. Mas, mesmo quando você teve um dia ruim, ou devo dizer especialmente quando você teve um dia ruim, a risada pode ajudar a difundir uma situação estressante. Sentir-se aliviado do estresse depois de uma boa risada também não é brincadeira. Um estudo recente mostra que o riso aumenta sua frequência cardíaca e pressão arterial, liberando endorfinas em seu cérebro. O riso também pode melhorar sua circulação e ajudar o relaxamento muscular – ambos podem reduzir os sintomas físicos do estresse.

“Quando o riso é provocado, os limites da dor aumentam significativamente, enquanto que os sujeitos que assistiram a algo que naturalmente não provocava risos, os limites da dor não mudaram (e muitas vezes foram mais baixos)”, escreveu o pesquisador Robin Dunbar, da Universidade de Oxford, em seu estudo que examinou limites de dor e bom humor. “Esses resultados podem ser melhor explicados pela ação das endorfinas lançadas pelo riso”. Mas, o melhor de tudo, um bom senso de humor pode tornar as mais sombrias situações mais suportáveis. Então, se ajudem a encontrar humor nas coisas, especialmente quando não é fácil.

Encontre humor na vida diária

Os melhores momentos em nosso relacionamento que me fizeram rir mais não foram necessariamente piadas que Joseph memorizou. Em vez disso, é a sua capacidade de encontrar humor em nossa vida diária. Quando nos acomodamos à noite, não é raro ter um último riso juntos antes de adormecer, graças a sua observação de bom humor em algo que aconteceu durante o dia.

Dr. Barton Goldsmith, psicólogo e autor de Emotional Fitness for Intimacy concorda. “O humor em um relacionamento não é apenas dizer coisas engraçadas. É também fazer coisas juntos e com senso de humor”. Rindo de piadas internas ou compartilhando algo engraçado que você viu em seu trabalho, são apenas algumas maneiras de incorporar humor em sua vida cotidiana.

Aborde o humor com respeito

“Ter um senso de humor agressivo é um mau sinal para o relacionamento em geral, mas é pior se o estilo de humor é usado no relacionamento”, escreve Dr. Hall.

Rir com alguém é bom e saudável, mas rir de alguém é algo totalmente diferente. As piadas que provocam diversão do seu cônjuge ou lidam com questões delicadas como sua saúde, família ou trabalho não devem ser encontradas em um relacionamento saudável. Se você abordar o humor em seu relacionamento com uma boa quantidade de respeito pelo seu parceiro e seu senso de humor, os bons momentos e as risadas certamente irão acontecer.