Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Religião

Se o matrimônio já existia antes de Cristo, como ele é considerado um sacramento?

PIEŚNI NA ŚLUBIE

Josh Applegate/Unsplash | CC0

Reportagem local - publicado em 17/10/18

Tire a sua dúvida!

A pergunta que serve como título deste artigo foi feita ao jornal O São Paulo, da Arquidiocese de São Paulo, pelo leitor Flávio Marques.

O Padre Cido Pereira respondeu à questão, que é a mesma de vários católicos. Veja o que diz o sacerdote sobre o assunto:

“Flávio, o matrimônio existiu antes de Cristo e começou já na criação do mundo. Pelo Matrimônio, homem e mulher se unem numa íntima comunidade de vida e de amor. Com o Matrimônio, homem e mulher respondem ao chamado de Deus para constituir uma família.

Foi Jesus quem elevou o Matrimônio à dignidade de sacramento. Ao lado do sacramento da Ordem, o Matrimônio é o sacramento do Serviço ao amor. São Paulo nos explica que a união do homem e da mulher se baseia e se ilumina na união de Cristo com a Igreja. E como todo sacramento, os esposos recebem a graça de se se amarem com o mesmo amor com que Cristo amou sua Igreja. Bem vivido, o sacramento do Matrimônio leva à perfeição o amor humano. É um caminho de santidade.

É bonito ver homem e mulher diante do altar, olho no olho, consagrando-se mutuamente para uma vida de amor. E Jesus deixou claro que a vocação, o chamado de Deus a um homem e uma mulher para construírem juntos uma família, é um projeto divino e não uma brincadeirinha para alguns anos. É para sempre. O Matrimônio é indissolúvel. Lembremo-nos do que Jesus disse: “Não separe o homem o que Deus uniu”.

Aproveito para lembrar a você que um grande número de casamentos não deu certo. E as pessoas separadas acabaram partindo para uma segunda união. A Igreja tem pensado com carinho nesses casais. O divórcio os separou um do outro, mas não os separou da Igreja. Aconselha-se aos casais em segunda união iniciar um processo de verificação da nulidade da primeira união. Verificada esta nulidade, os dois podem casarse novamente na Igreja. Eis aí algumas reflexões que sua pergunta possibilitou fazer, Flávio. Deus o abençoe.”

A partir de O São Paulo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoSacramentos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia