Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

As 3 passagens bíblicas favoritas do Papa Francisco

POPE FRANCIS AUDIENCE
Antoine Mekary | ALETEIA | I.MEDIA
Compartilhar

O pontífice explicou o motivo pelo qual essas passagens o comovem tanto

O Papa Francisco compartilhou com um grupo de seminaristas italianos quais são suas três passagens favoritas da Bíblia e disse que essas leituras ainda hoje o comovem.

No encontro que teve com seminaristas da região italiana da Lombardia no sábado, 13 de outubro, o Pontífice explicou que o “impressiona a dimensão da memória, a dimensão ‘deuteronômica’ e, por esta razão, uma passagem da Bíblia que me acompanhou, e sempre volta, é Deuteronômio 26”.

Na passagem bíblica, lê-se citações como: “Recorde, não esqueças: quando chegar a essa terra que não conquistou, quando tiver o ventre cheio de coisas que não semeou, quando viver em casas que não construiu, recorde, recorde que foi escravo no Egito”.

O Papa explicou que esta passagem o impressiona porque lhe permite fazer “memória: sempre olhar para trás, de onde venho, de onde o Senhor me salvou. Esta dimensão deuteronômica é boa para mim”.

Francisco destacou que “isso me impressiona muito: volte, recorde, não se encha com vaidade, orgulho, autossuficiência. Tudo é dom, tudo é graça, tudo foi dado. Esta é uma passagem que rezo muito hoje, é bom para mim”.

Uma segunda passagem que o atrai, porque “considero como a história de minha vida, é Ezequiel 16”, que narra as origens e a infidelidade de Jerusalém e que também compara esta terra a Sodoma e Samaria.

A terceira passagem é a das Bodas de Caná, no Evangelho de São João. “Detenho-me nas bodas de Caná: como Nossa Senhora atua nesse momento, discretamente, como percebe, como o faz; e esse mandamento de Nossa Senhora, é o único mandamento que Nossa Senhora nos dá: ‘Fazei tudo o que Ele vos disser’”.

“Gosto, isso me comove. Esses são as três passagens que, gostaria de dizer, me comovem. Mas ressalto a primeira, por favor: tomem esta dimensão deuteronômica da vida que os ajudará muito, com a memória, a não se acharem mais do que são”, insistiu o Pontífice.

O Papa também incentivou a rezar a lectio divina, porque é o “encontro com o Senhor através de sua Palavra”; e reiterou seu chamado a levar um Evangelho no bolso para gerar a “familiaridade com a Palavra de Deus”, que é “conhecer a Palavra de Deus a partir de dentro”.

 

(ACI Digital)