Aleteia

A parábola da flecha envenenada

Por Avesun/Shutterstock
Compartilhar

Para ler e refletir

Houve uma vez um homem que foi ferido por uma flecha envenenada. 
 
Família e amigos quiseram chamar um médico, mas o paciente recusou, dizendo que antes queria saber o nome do homem que o havia ferido, a casta que pertencia e o seu lugar de origem. 
 
E também queria saber se aquele homem era alto, forte, tinha uma pele clara ou escura, também queria saber com que tipo de arco ele havia atirado, e se o arco era feito de bambu, cânhamo ou seda. 
 
Ele disse que queria saber se a pluma da flecha veio de um falcão, um abutre ou um pavão… 
 
E, imaginando se o arco que havia sido usado para atirar nele era um arco comum, um arco curvo ou um oleandro e todo tipo de informação semelhante… o homem morreu sem saber as respostas.
(Autor desconhecido)
Boletim
Receba Aleteia todo dia