Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O apostolado católico voltado às pessoas que sentem atração pelo mesmo sexo

Courage apostolate
Compartilhar

"Courage" acolhe pessoas homossexuais que desejam lidar com esta atração a partir da perspectiva do Evangelho e da Teologia do Corpo

Uma leitora de Aleteia entrou em contato com a nossa equipe para solicitar uma ajuda especial: ela gostaria de compreender e lidar melhor com a sua atração sexual por outras mulheres mediante um conhecimento mais profundo e objetivo da perspectiva católica sobre a sexualidade humana.

Essa perspectiva católica se enraíza na proposta do Evangelho sobre a vivência virtuosa da castidade, que é um convite a todos os cristãos independentemente de atração sexual e de estado de vida. No vasto tesouro de ensinamentos católicos sobre a beleza, a harmonia e a sacralidade do corpo humano, um dos recursos mais famosos e iluminadores é a Teologia do Corpo, que contou com inestimável enriquecimento durante o pontificado do Papa São João Paulo II.

Além dos ensinamentos como tais, existem na Igreja diversas iniciativas voltadas a auxiliar os fiéis a transformarem os princípios em prática no dia-a-dia. Uma dessas iniciativas é o apostolado Courage, presente em dezenas de países.

O apostolado Courage

O apostolado católico Courage (Coragem) é um grupo de apoio espiritual e fraternal dirigido por sacerdotes e composto por leigos e leigas católicos que se sentem atraídos por pessoas do seu mesmo sexo, que desejam compreender melhor a origem e as causas dessa atração e que almejam viver castamente em conformidade com os ensinamentos da Igreja Católica Apostólica Romana sobre a homossexualidade.

O Courage não é um programa de “reorientação sexual”, mas de autoconhecimento, de aprofundamento na perspectiva cristã católica sobre a sexualidade e a castidade e, primordialmente, de crescimento espiritual integral. Os participantes do apostolado também procuram sanar feridas e traumas ligados à sua dimensão sexual com apoio espiritual e psicológico, visando vivenciar na castidade, de forma plena e realizadora, a sua masculinidade e feminilidade de acordo com os planos de Deus e os ensinamentos da Igreja.

A história do Courage

Consciente da falta de acolhimento e apoio às pessoas que se sentem angustiadas com a sua sexualidade, o Cardeal Terence Cook, de Nova Iorque, decidiu criar um sistema de auxílio espiritual para homens e mulheres que, sentindo atração por pessoas do mesmo sexo, desejassem realizar-se na vivência da castidade, no companheirismo, na verdade e no amor.

Ele convidou para esta missão um sacerdote de grande experiência ministerial nesse campo: o pe. John Harvey, OSFS. Com ajuda do frei Benedict Groeschel, CFR., e de outros vários católicos, o pe. Harvey iniciou o Courage, cujo primeiro encontro ocorreu em setembro de 1980 nos Estados Unidos.

Hoje, o Courage é dirigido internacionalmente pelo pe. Philip Bochanski, da diocese de Filadélfia, e sua sede internacional fica na diocese de Bridgeport, ambas nos EUA.

Aprovado pela Santa Sé, o Courage mantém atualmente mais de 200 células presenciais, também chamadas de capítulos, além do acompanhamento a centenas de pessoas via internet. Todas as sedes espalhadas pelo mundo contam com a aprovação do respectivo bispo diocesano local.

Ao ajudar as pessoas a crescerem na compreensão e no apreço pelos ensinamentos da Igreja, em especial no tocante à castidade, o Courage expande o convite da Igreja a uma vida de paz, graça e amadurecimento cristão.

No Brasil

Além do site em português como canal de formação e informação sobre a atração pelo mesmo sexo, o Courage Brasil mantém perfis nas principais redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram e YouTube) visando a evangelização e o apoio às pessoas que sentem essa atração e querem lidar com ela a partir da perspectiva católica.

O apostolado também oferece suporte espiritual, nas modalidades presencial e virtual, mediante acompanhamento personalizado e encontros de grupos ou células.

Para viver em castidade segundo os ensinamentos da Igreja Católica, os participantes são motivados a recorrer com frequência constante aos sacramentos, à vida de oração e união com Deus e à caridade alegre e generosa com o próximo.

Encontros presenciais

Os encontros presenciais acontecem pelo menos uma vez ao mês e proporcionam um ambiente seguro, no qual a pessoa pode partilhar, com confidencialidade, as suas alegrias, tristezas, dificuldades, desafios, sonhos e metas do seu caminho rumo à santidade.

Nessas reuniões, os participantes recebem formação específica sobre a atração pelo mesmo sexo e formação espiritual orientada ao propósito da castidade – que, reitere-se, é uma proposta do Evangelho a todos os cristãos, independentemente de atração sexual ou de estado de vida. Os participantes têm também a oportunidade de desenvolver castas e sólidas amizades.

No momento, de acordo com o site do Courage Brasil, existem grupos presenciais em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília, mas a equipe acrescenta: “Esperamos, com a graça de Deus e no tempo que Ele quiser, estender nosso trabalho para outros estados do Brasil“.

Nos estados em que o apostolado ainda não acontece presencialmente, o acompanhamento virtual dos conselheiros é concretizado via e-mail, Skype e redes sociais, além de uma reunião virtual semanal.

Contato

As pessoas que desejam conhecer melhor este apostolado podem entrar em contato direto pelo site oficial do Courage Brasil – acesse AQUI.

____________

Informações a partir do site Courage Brasil