Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os perigos espirituais por trás dos serviços de cura do Reiki

REIKI
Shutterstock
Compartilhar

Os bispos católicos dos EUA expuseram várias razões pelas quais o Reiki pode ser espiritualmente prejudicial

O Reiki é um serviço de cura alternativo popular que tem sua origem na cultura budista-japonesa e procura ajudar os indivíduos a relaxar e a se curar.

De acordo com William Rand, fundador e presidente do Centro Internacional para Treinamento de Reiki, “Rei é a Consciência Divina onisciente e Ki é energia vital que anima todas as coisas vivas”. De acordo com Rand, “o fluxo livre e equilibrado do Ki é a causa da saúde. Bloqueios ou interrupções no fluxo do Ki são a principal causa de doenças”.

Muitos cristãos se conectam com essa espiritualidade e se iniciam na arte do Reiki com a crença de que está de acordo com o ensinamento cristão.

No entanto, a Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos divulgou uma declaração há alguns anos sobre os perigos espirituais do Reiki.

Eles acreditam que o Reiki não tem credibilidade científica para ser usado como um meio natural de cura. Isso significa que os métodos usados ​​não são baseados na ciência médica, mas na crença em um poder espiritual. Enquanto alguns acreditam que esse poder vem de Deus, o método do Reiki não está de acordo com a cura divina, como visto na Bíblia.

No entanto, permanece o fato de que para os cristãos o acesso à cura divina é pela oração a Cristo como Senhor e Salvador, enquanto a essência do Reiki não é uma oração, mas uma técnica que é passada do “Mestre de Reiki” para o aluno, uma técnica que uma vez dominada produziria de forma confiável os resultados esperados. Alguns praticantes tentam cristianizar o Reiki adicionando uma oração a Cristo, mas isso não afeta a natureza essencial do Reiki. Por essas razões, o Reiki e outras técnicas terapêuticas similares não podem ser identificadas com o que os cristãos chamam de cura pela graça divina.

Os bispos concluem advertindo os cristãos sobre os perigos por trás do uso de tal prática.

Em termos de cuidar da saúde espiritual, existem perigos importantes. Para usar o Reiki, 
seria necessário aceitar, pelo menos de maneira implícita, os elementos centrais da visão de mundo que sustenta a teoria do Reiki, elementos que não pertencem à fé cristã nem à ciência natural. Sem justificação, seja da fé cristã ou da ciência natural, entretanto, um católico que deposita sua confiança no Reiki estaria operando no reino da superstição, a terra de ninguém, que não é nem fé nem ciência. A superstição corrompe a adoração de Deus ao transformar o sentimento religioso e a prática em uma falsa direção.

Embora possa parecer que o Reiki poderia ser usado em um contexto cristão, sua origem e ensino espiritual central estão em desacordo com o cristianismo e podem levar uma pessoa para longe de Deus, invocando poderes espirituais alternativos para produzir um resultado desejado.

Se buscamos a cura corporal de Deus, o sacramento da Unção dos Enfermos nos foi transmitido através dos séculos e administrado pelas mãos de um sacerdote, pode fortalecer nossa determinação e autenticamente nos curar, corpo e alma.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.