Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 10 Abril |
São Miguel de los Santos
home iconEstilo de vida
line break icon

Amar não é se apoderar do outro

COUPLE

Pexels - CC0

Canção Nova - publicado em 29/10/18

A aspiração mais profunda do homem é amar, mas há muitos mal-entendidos sobre o amor

O que leva muitos casamentos ao fracasso é a noção falsa que se tem do amor hoje. Há, no ar, uma caricatura do amor. Se eu lhe der uma nota de R$ 100,00 falsa, você não a aceitará, pois ela não vale nada, e ainda poderá ser incriminado por causa dela. Se você construir uma casa usando cimento falsificado, ela poderá desabar sobre sua cabeça. Se você levar para o casamento um amor falso, ele certamente desabará, pois o “cimento” da união é o amor. Para mostrar bem claro o que é amar, vamos iniciar mostrando o que não é amar.

Compreender o que é o amor

Se você treme de paixão diante de uma menina e lhe diz “eu te amo”, esteja certo de que você está mentindo, pois essa tremedeira é sinal de que você quer saciar o seu ego desejoso de prazer. Isso não é amor, é paixão carnal, é egoísmo. Se você está encantada com a beleza dele e se desdobra em declarar o seu amor, saiba que isso também não é ainda amor, pois amor não é pura emoção nem sentimento. Amar é muito mais do que isso, pois não é satisfazer a si mesmo, mas o outro.

Quando você disser a alguém “eu te amo”, esteja certo de que você não quer a sua própria satisfação ou felicidade, mas a do outro. Cuidado com as caricaturas do amor, porque são falsas e não podem fazer a felicidade do casal. Todo jovem tem sede de amar, mas, muitas vezes, o seu amor é mascarado e se apresenta falso e perigoso.

Amar não é se apoderar do outro para se satisfazer, mas é se dar a ele para o completar. Para isso, é preciso que você renuncie, esqueça de si mesmo. Você corre o risco de, insatisfeito, querer, apaixonadamente, agarrar aquilo que lhe falta, e isso não é amar. Assim, o amor morre nas suas mãos. Você só começará a compreender o que é o amor quando a sua vontade de fazer o bem ao outro for maior do que a sua necessidade de tomá-lo só para si, para satisfazer-se.

Amar de verdade

São necessários oito anos para formar um médico, 10 anos para defender uma tese de doutorado. Para amar de verdade, precisamos de uma longa preparação, porque somos egoístas. Sabemos que a pressa é a inimiga da perfeição. Há um provérbio chinês que nos ensina: tudo aquilo que quisermos construir sem contar com o tempo, ele mesmo se incumbirá de destruir.

Se você pintar uma parede que ainda está molhada, vai perder o serviço e a tinta. Se você tirar a comida do fogo antes de cozinhá-la, você vai comê-la ainda crua. Se você não aprender, de verdade, a amar, poderá construir um lar oscilante e de paredes frágeis, as quais poderão não suportar o peso do telhado. As paixões sensíveis da adolescência não são o autêntico amor, mas a perturbação de um jovem que encontra, diante de si, os encantos e a novidade da masculinidade ou da feminilidade.

Amar é doar-se

É difícil entender que aqueles que quiserem construir um lar sobre esse chão de emoções estarão construindo uma casa sobre a areia. Muitos casamentos desabaram, porque foram realizados “às cegas”, sem preparação para que houvesse harmonia, sem o aprendizado do amor. “Amar é dar-se”, ensina-nos Michel Quoist. É dar-se a si mesmo e ao outro para completá-lo e construí-lo.

Para que você possa, verdadeiramente, dar-se a alguém, precisa primeiro “possuir-se”. Ninguém pode dar o que não possui. Se você não se possui, se não tem domínio de si mesmo, como então quer dar-se a alguém? Como quer amar?

A aspiração mais profunda do homem é amar, é a sua razão de ser, mas há muitos mal-entendidos sobre o amor.

O amor é, hoje, uma palavra tão mal usada, tão gasta, que é preciso ser redefinida para ser autêntica.

(Canção Nova)




Leia também:
O amor tem 5 fases, mas a maioria dos casais para na 3ª. Por quê?

Tags:
AmorCasamentoNamoroRelacionamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
2
ALTAR BOY,
Un cammino chiamato famiglia
Coroinha desmaia durante Via Sacra, mas a cru...
3
Padre Gilvan Manuel da Silva perde pais e irmãos para covid-19
Reportagem local
Padre perde pais e irmãos para covid-19 e afirma: “Continua...
4
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
5
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
6
FRANCISCO AND JACINTA MARTO
Tom Hoopes
As lições dos pastorinhos de Fátima aplicadas ao coronavírus
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia