Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Atualidade

China legaliza comércio de produtos derivados de tigres e rinocerontes

CHINA

PIXABAY

Agências de Notícias - publicado em 30/10/18

O osso de tigre e o chifre de rinoceronte moídos são ingredientes cobiçados na medicina tradicional chinesa

A China anunciou nesta segunda-feira que retomará, de forma limitada, o comércio de produtos procedentes de tigres e de rinocerontes, o que provocou severas reações de ativistas defensores dos animais, que temem um aumento do tráfico destas espécies em risco.

O comércio de produtos como o osso de tigre ou o chifre de rinoceronte será autorizado em circunstâncias “particulares”, anunciou o governo chinês em uma circular assinada pelo primeiro-ministro, Li Keqiang.

Entre estas circunstâncias “particulares” estão pesquisa científica, venda de obras de arte e “pesquisa de tratamentos médicos”.

O osso de tigre e o chifre de rinoceronte moídos são ingredientes cobiçados na medicina tradicional chinesa, apesar da polêmica sobre suas virtudes.

Para se ter acesso a estes produtos será necessária uma autorização especial e apenas os médicos de hospitais reconhecidos pela Administração Nacional de Medicina Tradicional poderão utilizá-los, destaca a circular.

Os volumes comerciais serão “estritamente controlados” e o comércio destes produtos estará proibido, exceto nos casos previstos, segundo o texto.

As autoridades responsáveis por administrar o patrimônio e o turismo só poderão autorizar “intercâmbios culturais temporários” de obras fabricadas a partir destes animais.

A medida revoga a proibição total adotada em 1993, mas o mercado negro substituiu o comércio legal e muitos produtos proibidos entram na China pelo Vietnã, segundo os movimentos ecologistas.

Várias organizações criticaram a decisão do governo chinês, pois consideram que embora tenha como objetivo o uso de produtos derivados de animais em cativeiro na realidade aumentará a ameaça sobre a fauna selvagem.

“Com este anúncio, o governo chinês assina a sentença de morte dos rinocerontes e dos tigres silvestres”, acusa Iris Ho, diretora da associação Humane Society International em Washington.

Ela acredita que a nova política de Pequim resultará na criação de uma rede de “lavagem” de produtos de caça ilegal.

“A retomada do comércio legal poderá não apenas servir para encobrir o tráfico clandestino, mas também para estimular uma demanda que havia baixado quando a proibição entrou em vigor”, lamentou Margaret Kinnaird, diretora de biodiversidade do Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

O tigre está classificado como espécie em risco de extinção pela União Internacional para a Conservação da Fauna (UICN).

A China tem uma demanda forte de produtos derivados do tigre (ossos, garras, bigode, pênis, etc), aos quais a medicina tradicional atribui virtudes muito polêmicas, sobretudo afrodisíacas.

O número de tigres criados em cativeiro na China aumentou consideravelmente nos últimos anos. Atualmente seriam mais de 6.000, enquanto em todo o planeta existem pouco mais de 3.000 em liberdade.

Em relação às distintas espécies de rinocerontes, a UICN os classifica em várias categorias: “vulneráveis”, “quase ameaçado” ou “em risco crítico de extinção”.

Os chifres eram prescritos na medicina tradicional para combater a febre, mas os supostos benefícios contra o câncer provocaram um aumento da demanda, sobretudo no Vietnã, nos anos 2000.

Kate Nustedt, diretora em Londres do programa da associação Animals in the Wild/Proteção Mundial dos Animais, considera escândalo a criação de animais selvagens com fins farmacêuticos.

“Existem alternativas sintéticas que são um futuro sem crueldade para a medicina asiática tradicional”, destaca.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Mundo
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Papa Francisco São José Menino Jesus
ACI Digital
Papa Francisco reza esta oração a São José há...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia