Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que cuidar bem de si é uma forma de se aproximar de Deus

RELAXING
Shutterstock
Compartilhar

Esquecer de cuidar adequadamente de si mesmo é a primeira ocasião de pecado

Acabo de confessar meus pecados ao padre. Chegando ao Ato de Contrição, que é a minha parte favorita, posso dizer essa frase poderosa, porém um tanto assustadora: “Eu decido firmemente, com a ajuda da Tua graça…” (eu amo isso; não importa o quão forte seja a minha determinação, não há nada acontecendo sem a graça de Deus)” não mais pecar e evitar a próxima ocasião de pecado”.

Então passei a refletir sobre mim e minhas ocasiões de pecado. Você conhece aquele amigo que sempre conversa e transforma tudo em fofoca? Se você acha difícil resistir de participar, seja cauteloso com o tipo de tópico que você usa com esse amigo – ali você evitou, por pouco, ter que confessar que você fez “fofoca” na próxima vez que for confessar.

Outra ocasião potencial de pecado: meu próprio humor. Quando é mais provável que eu aja com raiva, ou trate alguém injustamente, ou fique impaciente, ou não tenha compaixão ou guarde rancor? Isso é fácil – quando estou com fome. Ou quando estou exausta, sobrecarregada ou esgotada.

Eu tenho um histórico terrível de agir com raiva quando dormi por apenas cinco horas. Tenho 95% menos de compaixão com minha família quando minha lista de tarefas é maior do que eu. Isso é normal – mas também é algo que posso melhorar.

Cuidar bem de si mesmo não significa simplesmente banhos de espuma. O autocuidado significa dar à sua mente e ao seu corpo o que eles precisam para funcionar bem. Isso não é frívolo e não é egoísta. E, na verdade, quando estamos cuidando bem de nós mesmos, é muito mais fácil fazer a coisa certa.

Então, minha ocasião número um de pecado é o “mau autocuidado”, e acho que é assim para muitos de nós.

Somos criaturas de corpo e alma, e assim o estado de nosso corpo e mente tem uma influência real nas escolhas que afetam nossas almas. Não tem a palavra final, obviamente – você leu tudo sobre santos que mantiveram níveis miraculosos de paciência durante terríveis testes físicos – mas a maioria de nós não é tão santa. Pelo menos ainda não.

Em vez de esperar manifestações heroicas constantes de força de vontade, vamos nos concentrar em fazer o que pudermos para garantir que não fiquemos estressados. Eu sei, eu sei, ninguém apenas decide ficar estressado, e quando estamos sobrecarregados, é porque há legitimamente um milhão de coisas que precisam ser feitas.

Não estou dizendo que o autocuidado é fácil ou mesmo sempre possível. Mas tanto quanto for possível, não deve ser ignorado. É realmente importante. Se conseguirmos dormir o suficiente, fazer refeições regulares, ter lazer, manter nossos corpos saudáveis, nossos espaços de vida pacíficos, nossas mentes claras – mesmo apenas um ou dois desses itens já é um começo – estamos nos preparando para o sucesso.

A melhor parte é que a virtude é construída como qualquer hábito. Quanto mais nos acostumamos a atuar com paciência e amor, mais fácil fica da próxima vez.