Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

NYT faz transição para digital com sucesso e ganha assinantes

TIMES SQUARE
Shutterstock
Compartilhar

O Times está entre as organizações tradicionais de notícias mais bem-sucedidas na transição para o digital

O jornal americano The New York Times informou nesta quinta-feira que suas assinaturas digitais subiram para 3 milhões no terceiro trimestre, o que permitiu que o prestigiado veículo mantivesse a lucratividade em tempos difíceis para o jornalismo.

Com 203.000 novos assinantes digitais entre julho e setembro, o jornal obteve cerca de dois terços de sua receita por assinaturas, ajudando a compensar o enfraquecimento da circulação de impressos e o declínio da publicidade.

O Times relatou um lucro líquido de 24,9 milhões de dólares no trimestre, abaixo dos 36 milhões de dólares do mesmo período do ano anterior, enquanto as receitas totais cresceram 8%, para 417 milhões de dólares.

“Foi um forte terceiro trimestre para a empresa”, disse Mark Thompson, presidente e CEO da The New York Times Company.

“Também ultrapassamos dois marcos importantes e agora temos mais de 3 milhões de assinaturas digitais e mais de 4 milhões de assinaturas no total.”

Houve um aumento de 7% na publicidade neste trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, liderada pelo setor digital. Contudo, as receitas de anúncios nos primeiros nove anos do ano caíram 2,5%, e a empresa disse que espera que a receita publicitária se mantenha estável no quarto trimestre.

Com lucros modestos, o Times está entre as organizações tradicionais de notícias mais bem-sucedidas na transição para o digital.

(AFP)