Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Julho |
Bem-aventurada Joana de Orvieto
home iconEspiritualidade
line break icon

O Papa Francisco e suas galinhas: duas histórias surpreendentes

CHICKEN SUNSET

Moonborne I Shutterstock

Reportagem local - publicado em 16/11/18

Reflexões profundas e ao mesmo tempo fáceis de assimilar e compartilhar: duas lições extraordinárias do Papa por meio das galinhas

Uma ave comum e singela como a galinha pode ser uma excelente metáfora para nos levar a reflexões profundas e ao mesmo tempo fáceis de assimilar e compartilhar. Aqui vão duas ocasiões em que o Papa Francisco nos propôs meditações transformadoras a partir da figura da galinha:

1 – Deus: uma “galinha” que pode tudo, menos uma coisa

Jesus chora sobre Jerusalém. Uma cena impactante, imperscrutável, da vida de Cristo: Deus que chora! Foi a partir deste episódio que o Papa Francisco construiu uma das suas mais inesquecíveis e inspiradoras homilias. Profunda e ao mesmo tempo singela, a homilia de Francisco em 29 de outubro de 2015 nos recordará para sempre como é o amor de Deus pelos seus filhos – inclusive pelos piores dentre os seus filhos.

“Jesus chora sobre Jerusalém, a cidade que mata os profetas, aqueles que anunciam a sua salvação. E Deus diz para Jerusalém e para todos nós: ‘Quantas vezes eu quis reunir os teus filhos como a galinha junta os pintinhos debaixo das asas, e tu não quiseste!’”.

Deus, esperando a resposta de cada filho ao seu amor! Deus ama a tal ponto que esse amor se transforma em sua “fraqueza”! Por amor, Ele não pode nos obrigar a corresponder. “Todo homem, toda mulher, pode recusar o presente” de Deus, observa o Papa Francisco. “Mas o presente está aí”. E o Papa enfatiza:

“Deus não pode ficar longe de nós. Esta é a ‘impotência’ de Deus! Deus é poderoso, pode fazer tudo! Menos uma coisa: ficar longe de nós”.

2 – São Filipe Néri e as penas da galinha

Para tornar ainda mais concreta uma reflexão que estava fazendo sobre a gravidade dos pecados da língua, como a fofoca, a calúnia, a maledicência, o Papa Francisco recordou, na homilia de 12 de maio de 2016, um famoso episódio da vida de um dos grandes sacerdotes da história da Igreja: São Filipe Néri.

Esse episódio nos conta de uma mulher que era muito maledicente. O pe. Filipe Néri já lhe tinha dado muitos conselhos para vencer esse vício, mas ela não superava o péssimo costume de falar mal dos outros. Diante disso, o santo resolveu dar a ela uma penitência inusitada: mandou que, quando a mulher matasse uma galinha para comer, pegasse as suas penas e saísse pela cidade espalhando-as ao vento. Depois de fazer isso, a mulher voltou achando que já tinha cumprido a penitência. Mas o pe. Filipe lhe disse:

– Agora você vai voltar pelas mesmas ruas onde lançou as penas ao vento e vai recolher uma por uma e trazê-las aqui. Sem perder nenhuma delas.

A mulher, assombrada, respondeu:

– Mas, padre, é impossível! O vento já espalhou todas as penas!

Foi então que o santo sacerdote gravou para sempre uma lição na mente daquela mulher e de milhões de pessoas que vieram a conhecer esta história: o mesmo acontece com a maledicência; uma vez espalhadas as fofocas, nunca mais é possível recolhê-las do alcance dos outros, porque o vento já as espalhou por incontáveis lugares. As consequências do mal que foi feito contra as pessoas são tão difíceis de apagar quanto é difícil recolher as penas que o vento foi espalhando por cantos e recantos que nem sequer imaginamos.

Em vídeo: da galinha para o Facebook

A primeira reflexão compartilhada neste artigo serviu como inspiração para o seguinte vídeo editado por Aleteia e disponível no Facebook:

Tags:
DeusFofocaMisericórdiaPapa FranciscoPecado
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
Atriz Claudia Rodrigues
Reportagem local
Assessora pede orações por atriz Claudia Rodrigues: “está m...
6
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
7
Orfa Astorga
Até que idade é saudável morar na casa dos pais?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia