Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

São Roque González no Rio Grande do Sul: o milagre do coração lançado ao fogo

SAINT ROQUE GONZALEZ

Public Domain

Reportagem local - Blog Almas Castelos - publicado em 19/11/18

Martirizados numa trama armada pelo próprio pajé da tribo que ajudaram a salvar, esses missionários deixaram uma mensagem indestrutível

A Igreja celebra em 19 de novembro a festa litúrgica de São Roque González e seus companheiros mártires, cuja trajetória está ligada ao Brasil.

padre Roque González (1576-1628) nasceu de uma família da alta sociedade do Paraguai e veio trabalhar entre os índios no Caaró, atual Rio Grande do Sul (Brasil). Além de lhes ensinar os princípios cristãos, o padre formou entre eles as assim chamadas reduções, que funcionavam como núcleos para a proteção indígena contra as brutalidades cometidas por uma parcela dos colonizadores.

As reduções eram formadas por uma praça central com a igreja, a escola e outras repartições voltadas a orientar os índios no cultivo da terra, no trato dos rebanhos e numa série de outras questões econômicas e sociais.

Não só o padre Roque, mas também os padres Afonso Rodrigues e João del Castillo, todos jesuítas, se dedicavam por inteiro à missão de conversão e proteção dos índios num trabalho pioneiro e comunitário que se estendeu por muitas regiões. Infelizmente, ele encontrou a oposição de gente gananciosa e invejosa: entre essas pessoas estava um pajé, que, sentindo abalada a sua liderança, açulou um pequeno grupo de revoltosos contra o missionário.

Em 19 de novembro de 1628, ia ser inaugurado o sino da igreja na aldeia dos índios guaicurus, no Caaró. O povo se aglomerou ao redor e tudo corria bem. Mas o assassinato dos padres Roque González e Afonso Rodrigues já tinha sido tramado à surdina pelo pajé da aldeia. Um pequeno grupo de revoltosos se misturou aos fiéis na hora da bênção. Quando o padre Roque se abaixou para erguer o sino, um deles desferiu dois golpes de machado de pedra contra a sua cabeça. O padre Afonso foi vítima da mesma crueldade. Em seguida, o grupo ateou fogo à igreja, retalhou os corpos dos dois mártires e os lançou às chamas.

No dia seguinte, voltaram para ver as ruínas. Do peito do cadáver do padre Roque, parecia ouvir-se uma voz:

Meus filhos, ainda que me matem, não me afastarei de vocês”.

Aterrorizado, o cacique mandou abrir o peito do sacerdote e arrancar-lhe o coração. Espetou-o numa seta e novamente o atirou no fogo.

Mas o coração do padre Roque não foi consumido pelas chamas. Alguns piedosos o recolheram intacto, fruto de um estupendo milagre, e o guardaram.

Hoje, o coração de São Roque González está guardado na Capela dos Mártires do Colégio Cristo Rei, na cidade de Assunção, Paraguai, e é venerado como relíquia.

Os padres Roque González e Afonso Rodrigues (+15/11/1628) foram martirizados em Caaró e o padre João del Castillo (+17/11/1628) em Pirapó. Os três foram canonizados em 1988, por ocasião da visita do Papa São João Paulo II.

_______________

A partir de postagem de Almas Castelos

Tags:
MártiresMilagreSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia