Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconPara Ela
line break icon

Há desistências que nos salvam

WOMAN

Public Domain

Talita Rodrigues - publicado em 20/11/18

Você já desistiu de algo e sentiu que essa desistência te salvou?

Muitas pessoas têm certa resistência em abrir mão de sonhos, planos ou amores.

Vivemos imaginando, lembrando dos bons momentos e nos martirizando sobre como aquilo poderia ter sido se nós não tivéssemos desistido.

Quando pensamos dessa forma, nos esquecemos de tudo aquilo que veio de bom após a nossa desistência de algo.

O que escrevo aqui se vê em relacionamentos amorosos, em planos que não dão certo e até mesmo em sonhos que ainda não são possíveis de serem realizados, mas contextualizo aqui especialmente no campo amoroso.

Na psicoterapia, é perceptível, especialmente nas mulheres, a falta de coragem de desistir de algo ou de alguém que simplesmente já não lhes faz bem. Desistir exige coragem, afinal, falar em desistências, é dizer para nós mesmos e a quem amamos: “Chega! Eu não dou conta! Eu cansei!”. É dizer em alto e bom som: “Eu não te quero mais” – e bancar com a dor que quase sempre vem depois.

Desistir é ter que bancar, no mínimo, com a própria solidão. E quem gosta de lidar com a solidão? Ninguém.

Há grandes mulheres presas a relacionamentos falidos por uma única falta: a falta de coragem. Coragem de bancar com a própria solidão e com a falta de (re)significação para suas possíveis desistências.

Estas são mulheres que merecem o melhor da vida e do amor, mas alguém fez com que se esquecessem disso em algum momento dos seus contos de vida.

Grandes mulheres, com o passar do tempo, podem se esquecer que desistir não é feio.

É lindo, afinal, é uma maneira de demonstrar amor a si mesmo e reconsiderar o direito de voltar a ser feliz. E é justamente neste ponto que as desistências podem nos salvar.

É muito provável que ninguém tenha nos ensinado a aprender a desistir e a (re)significar o sentido de uma desistência. Mesmo assim, é importante darmos um jeito de aprender. Em algum momento de nossas vidas, desistir exigirá de nós mais coragem do que seguir em frente, será o mesmo que parar de tentar.

A diferença é que, com esse aprendizado, saberemos que parar de tentar pode ser finalmente o começo de um novo capítulo em nosso conto de vida.

Para você que leu este texto até aqui, não se esqueça: você desistiu a tempo, para salvar a si mesma.

Permita-se desistir, permita-se recomeçar, permita-se se salvar!

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
FelicidadeRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia