Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Outubro |
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Panamá inaugura centro de distribuição regional de ajuda humanitária

MEXICO

ALFREDO ESTRELLA - AFP

Agências de Notícias - publicado em 20/11/18 - atualizado em 20/11/18

"Este é um grande projeto para nós" porque poderemos "responder rapidamente" aos desastres naturais

O Panamá inaugurou nesta segunda-feira (19), em uma antiga base americana, o primeiro centro logístico da América Latina para a distribuição rápida de ajuda humanitária em caso de desastres, em um momento em que aumenta o pedido de ajuda devido aos efeitos das mudanças climáticas.

“A construção deste hub (centro) é uma mensagem de que estamos dispostos a pôr nossa capacidade logística, nossas rotas marítimas e nossas rotas aéreas à disposição do mundo diante de qualquer situação que impacte a região”, disse o presidente panamenho, Juan Carlos Varela, durante a inauguração.

“Será de grande ajuda ante desastres naturais ou outras emergências que possam afetar a população” para que “a ajuda chegue com transparência e de forma eficaz às pessoas afetadas”, acrescentou o presidente.

O Centro Logístico Regional de Assistência Humanitária (CLRAH), localizado na antiga base militar americana de Howard, a oeste da capital panamenha, ocupa uma área de 6,12 hectares.

Ao lado do aeroporto internacional Panamá Pacífico, conta com um edifício administrativo e três armazéns com uma capacidade total de 12.000 metros quadrados e câmaras frigoríficas.

O custo do projeto, financiado pelo governo panamenho, é de aproximadamente 21 milhões de dólares.

Os usuários deste centro serão o Depósito de Resposta Humanitária das Nações Unidas (UNHRD), a Federação Internacional da Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho e o Sistema Nacional de Proteção Civil do Panamá (Sinaproc).

“Este é um grande projeto para nós” porque poderemos “responder rapidamente” aos desastres naturais, afirmou Bekim Mahmuti, coordenador do UNHRD.

O centro panamenho se soma ao de Accra, no Kotoka International Airport, em Gana; Brindisi, na Itália; a Cidade Humanitária Internacional, em Dubai; o Centro de Kuala Lumpur, na Malásia, e o Centro de Las Palmas, na Espanha.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
morning
Philip Kosloski
Uma oração da manhã fácil de memorizar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia