Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Você já ouviu falar sobre o triângulo da depressão?

DEPRESSION
Iphotosmile - Shutterstock
Compartilhar

Saiba quais são os 3 principais sintomas deste mal que atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo

A depressão é um transtorno mental que, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde, atinge mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades. A incidência desse transtorno é maior em mulheres do que homens. Ela não deve ser confundida com as alterações emocionais e de humor usuais do dia a dia. A depressão é caracterizada pelas alterações emocionais de longa duração sendo, moderadamente, intensas ou severas.

Há uma grande variedade de tratamentos, seja com medicamentos ou por auxílio psicológico para essa enfermidade. O médico, doutor Roque Savioli, orienta algumas maneiras para lidar com o transtorno.

Como lidar com a depressão?

“É preciso ser atendido por um profissional da saúde, preferencialmente, por um médico. Assim, com a ajuda de medicamentos, o paciente pode “aliviar” os sintomas. Ao mesmo tempo, é necessário ter o auxílio psicológico para que possa entender os motivos da doença”, explicou.

Mediante sua experiência e atuação há mais de 20 anos, doutor Roque explica que deparou-se, em seu consultório, com muitos pacientes depressivos. Eles se queixavam, frequentemente, de três sintomas: ansiedade, melancolia e culpa. E, a partir disso, ele denominou essa junção de triângulo da depressão.

Assista ao vídeo e saiba mais sobre o triângulo da depressão:

A fé e a medicina

Doutor Roque enfatiza que a crença auxilia no tratamento da depressão. Entretanto, ele alerta que o paciente não deve ser forçado.

“A pessoa deprimida não tem vontade de viver, de se vestir, de sair de casa e até de rezar. Se o paciente consente, uma boa confissão é muito importante e traz resultados impressionantes. Faça essa experiência”, aconselha o médico.

Conheça a novena para enfrentar a ansiedade e depressão escrita por doutor Roque Savioli.

O tema depressão tem sido abordado pelo médico em pregações e em diversos livros publicados pela Editora Canção Nova.

Por Leticia Barbosa, via Canção Nova

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.