Aleteia

11 fatos sobre o ano litúrgico e a festa de Cristo Rei

CHRIST THE KING
Compartilhar

A festa de Cristo Rei encaminha o encerramento do ano litúrgico: no Advento, já entraremos liturgicamente no novo ano cristão!

1. O ano litúrgico, ou ano cristão, é o espaço de tempo ao longo do qual a Igreja recorda progressivamente a salvação realizada por Deus. A Igreja distribui nesse período os diversos tempos litúrgicos que celebram o mistério de Cristo.

2. O ano litúrgico dura de fato um ano, mas não começa nem termina nos dias 1º de janeiro e 31 de dezembro, como o ano civil. Suas datas de começo e fim são móveis.

3. O início do ano litúrgico são as vésperas do I Domingo de Advento, que ocorre no dia 30 de novembro ou no domingo mais próximo a essa data. O Advento, portanto, é o primeiro tempo litúrgico do ano cristão e nos prepara para o Nascimento de Jesus. Seu término acontece logo antes das vésperas do Natal do Senhor.

4. Nas vésperas do Natal do Senhor, tem início o segundo tempo litúrgico do ano cristão: o Tempo do Natal. Ele se estende até o domingo depois da Epifania, ou seja, o dia 6 de janeiro ou o primeiro domingo seguinte ao dia 6 de janeiro.

5. Na segunda-feira imediatamente seguinte ao domingo da Epifania, começa o Tempo Comum, que se divide em duas etapas: antes da Quaresma e depois do Tempo Pascal.

6. A primeira etapa do Tempo Comum vai até a terça-feira de carnaval, incluindo-a. Na Quarta-Feira de Cinzas, começa a Quaresma. A parte final da Quaresma é o Tríduo Sacro, composto pela Quinta-Feira Santa, Sexta-Feira da Paixão e Sábado de Aleluia.

7. Com a Páscoa da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo começa o Tempo Pascal, que se prolongará até o domingo de Pentecostes.

8. Na segunda-feira seguinte ao domingo de Pentecostes, começa a segunda etapa do Tempo Comum, que ocupará todo o restante do ano cristão e terminará logo antes das vésperas do I Domingo de Advento.

9. O último domingo do Tempo Comum é dedicado à Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, ou, simplesmente, Festa de Cristo Rei.

A Festa de Cristo Rei

10. O Papa Pio XI instituiu a Festa de Cristo Rei em 1925, mediante uma carta encíclica denominada “Quas Primas“. Além de serem celebrados na época os 1600 anos do Concílio de Niceia (325), desejava-se ressaltar com toda a pompa o reinado universal de Jesus Cristo num contexto de forte crescimento do comunismo ateu, propagado pela nascente União Soviética.

11. Originalmente fixada no último domingo de outubro, antes da Festa de Todos os Santos, a celebração de Cristo Rei foi transferida para o último domingo do ano litúrgico em 1969, pelo Papa São Paulo VI. Na ocasião, foi também estabelecido o nome completo da festa: Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, título que se mantém até hoje.

Boletim
Receba Aleteia todo dia