Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Sugestão do Papa Francisco: dê este presente de Natal a você mesmo!

PAPIEŻ FRANCISZEK I POLSKA CHOINKA
CPP / Polaris/East News
Compartilhar

Afinal, este é o verdadeiro Presente de todo Natal

No Ângelus de 21 de dezembro de 2014, último domingo antes do Natal daquele ano, o Papa Francisco sugeriu aos católicos um presente que cada um pode e deve dar a si mesmo: receber Jesus, o verdadeiro Dom, o verdadeiro Presente – um presente que nos demanda preparação mediante o recolhimento e uma “limpeza” interior que passa inclusive pelo sacramento da confissão e reconciliação.

Exortando os fiéis a viverem um Natal “verdadeiramente cristão”, ele convidou:

“Confiemo-nos à intercessão da nossa Mãe e de São José, para vivermos um Natal verdadeiramente cristão, livres de toda a mundanidade, prontos para acolher o Salvador, o Deus conosco. Cada um de nós é chamado a responder, como Maria, com um ‘sim’ pessoal e sincero, colocando-se totalmente à disposição de Deus e da Sua misericórdia, do Seu amor”.

O Papa recordou que “nosso Senhor bate à nossa porta” e nos faz sentir “o desejo de estar mais perto dos outros, de Deus“. E acrescentou:

“Se você sente isto, pare. É nosso Senhor que está aí. Vá rezar, vá talvez à confissão, para limpar um pouco… isso faz bem! Lembre-se de que, se você sente essa vontade de melhorar, é Ele que bate à porta: não O deixe ir embora”.

Francisco destacou o exemplo de Maria e de José, que acolheram Jesus “com total abertura de espírito“, e reforçou:

“O dom precioso do Natal é a paz e Cristo é a nossa verdadeira paz. Cristo bate à porta dos nossos corações para nos dar a paz, a paz de espírito. Abramos as portas para Cristo!”.

AFP PHOTO / FILIPPO MONTEFORTE