Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

5 nomes de bebês inspirados em Jesus

GROMNICA
Shutterstock
Compartilhar

Direta ou indiretamente, vários nomes masculinos e suas variações femininas foram inspirados no Filho de Deus

Alguns nomes masculinos e suas variações femininas foram inspirados direta ou indiretamente no Filho de Deus, Jesus Cristo, com seus diversos títulos bíblicos. Confira os 5 mais frequentes:

Cristiano

Vem do grego “christianós”, que, em latim, foi adaptado como “christiànus”. Significa “seguidor de Cristo”, ou seja, “cristão”, e foi usado pela primeira vez em referência aos fiéis cristãos da cidade de Antioquia, conforme o relato de São Lucas no livro dos Atos dos Apóstolos:

“Durante um ano inteiro, [Saulo e Barnabé] permaneceram naquela comunidade [Antioquia] e ensinaram a muitas pessoas. Em Antioquia os discípulos foram chamados pela primeira vez de cristãos” (At 11, 25-26)

Não há registros exatos de quando o termo começou a ser usado como nome próprio masculino, mas atualmente o nome Cristiano é mais frequente em português e em inglês (na variação Christian) do que em outros idiomas como o espanhol e o italiano, nos quais o termo “cristiano” continua significando simplesmente “cristão”. Nos países de língua espanhola é mais comum a versão Cristián.

Em português são muito frequentes as versões femininas Cristiana e Cristiane. São também bastante difundidas em várias línguas as variantes Cristina e Cristine, com ou sem o “h” conforme cada idioma. Todas essas versões têm a mesma origem no termo “christianus”.

No Brasil, popularizou-se nas últimas décadas, como nome masculino, a versão inglesa Christian.

MOTHER MARY AND JESUS
Waitingfortheword | Flickr CC by 2.0

Cristóvão

Deriva do grego “Christóphoros”, formado pelas palavras “Christós”, Cristo, e “phoros”, que quer dizer “portador”,aquele que leva“. O nome, portanto, significa “aquele que leva Cristo”.

Trata-se originalmente de uma espécie de “título” atribuído a partir do século XII a um homem de robustez extraordinária que, segundo as narrativas populares medievais, durante uma aparição do Menino Jesus, O teria carregado aos ombros para ajudá-Lo a atravessar um rio. Esse homem grande e forte, segundo as histórias piedosas, se converteu e veio a ser conhecido como São Cristóforo. Em português, o nome acabou sendo transformado aos poucos, no linguajar popular, em São Cristóvão, o santo padroeiro dos viajantes, costumeiramente representado com o Menino Jesus sobre seus ombros. Em espanhol existem tanto o nome Cristóforo quanto a versão Cristóbal. Em inglês, o nome se tornou Christopher.

Praticamente não há informações históricas sobre a vida e a morte do mártir São Cristóvão, mas os relatos lendários a seu respeito vêm da “Legenda Áurea“, uma célebre compilação de histórias de santos popularizada no século XIII.

Public Domain

Emanuel

Vem do hebraico e seu significado é “Deus conosco”.

É um dos nomes atribuídos ao futuro Messias no Antigo Testamento, em particular nas passagens do livro do profeta Isaías que falam da Sua vinda.

Há variações como Manuel, Manoel e os femininos Manuela, Manuele, Emanuele, todos com a mesma origem.

Salvador

Do latim “Salvátor”, significa literalmente “salvador”,aquele que salva“, e é um dos títulos de Cristo.

Como nome, na tradição cristã, é uma homenagem direta a Jesus Cristo, o Salvador da humanidade.

Jesus

E, claro, não poderia faltar o próprio nome do Filho de Deus! Ele vem do hebraico “Yeshu’a”, que foi adaptado ao grego como “Iesous” e daí ao latim como “Iésus” ou “Jésus”. Significa “Javé é salvação”.

Na maioria dos idiomas, inclusive em português, “Jesus” é pouco frequente como nome próprio, tendo sido historicamente reservado apenas ao próprio Jesus Cristo. No entanto, não é nenhuma falta de respeito batizar um filho com o nome Jesus, que, aliás, em espanhol é bastante comum (Jesús): basta levar em conta que é um nome que realmente representa muito e que, por conseguinte, merece ser muito honrado.

Mais usual em português é a variação Josué, que tem a mesma origem. No inglês também é mais frequente esta última variação, mas sob a forma Joshua.

© Thoom / Shutterstock

_____________

A ideia para esta matéria veio de um texto original postado pelo ótimo site Sempre Família, que Aleteia recomenda.