Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Governo informa forte queda da criminalidade na Venezuela

VENEZUELA
Red San Alberto Hurtado
Compartilhar

A Venezuela registrou 26.619 mortes violentas em 2017, e sua média é quase 15 vezes maior que o padrão mundial

A Venezuela registrou uma taxa de 30 homicídios para cada 100.000 habitantes, com 9.675 casos desde o início de 2018, o que representa uma queda espetacular em relação aos anos precedentes, informou o governo nesta segunda-feira, contrariando os números das ONGs de direitos humanos.

Faltando pouco mais de um mês para o fim do ano, o ministro do Interior e Justiça, Néstor Reverol, relatou uma forte queda na criminalidade, que segundo o próprio governo foi de 47 homicídios por cada 100 mil habitantes em 2017 e de 56 por 100 mil em 2016.

Segundo a ONG Observatório Venezuelano da Violência (OVV), que tem o aval das sete maiores universidades do país, a taxa de homicídios em 2017 foi de 89 para cada 100 mil habitantes.

“Gostaria que fosse verdade mas, lamentavelmente, não acreditamos que seja assim”, disse à AFP o diretor da OVV, Roberto Briceño, sobre o número oficial.

De acordo com a OVV, a Venezuela registrou 26.619 mortes violentas em 2017, e sua média é quase 15 vezes maior que o padrão mundial.

(AFP)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.