Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Schumacher sente que pessoas amorosas estão ao seu redor”, diz arcebispo

SCHUMACHER GANSWEIN
Ymphotos I Shutterstock - Raimond Spekking I CC BY-SA 4.0
Compartilhar

Ex-piloto de Fórmula 1 sofreu grave acidente há cinco anos. Hoje, pouco se sabe sobre o estado de saúde dele.

Desde que sofreu o grave acidente em dezembro de 2013, poucas notícias são divulgadas sobre o estado de Michael Schumacher, mas recentemente o Arcebispo alemão Georg Gänswein, que visitou o ex-piloto em 2016 na sua casa, falou sobre a importância da presença de “pessoas amorosas” ao lado do ex-piloto e destacou o papel de sua esposa, Corinna, que se dedica a cuidar do esposo.

“Ele sente que as pessoas amorosas estão ao seu redor, cuidando dele e, graças a Deus, mantendo-o longe dos olhos do público curioso demais. Uma pessoa doente precisa de discrição e compreensão”, disse Dom Gänswein à revista alemã ‘Bunte’ esta semana.

O também Prefeito da Casa Pontifícia e secretário pessoal do Papa Bento XVI visitou o campeão de Fórmula 1 há aproximadamente dois anos, e segue mantendo contato com a família. À revista alemã, o Arcebispo contou: “Sentei em frente a ele, segurei as duas mãos e olhei para ele. Seu rosto é o rosto familiar de Michael Schumacher, a única coisa é que ele ficou um pouco mais cheio”.

Segundo Dom Gänswein, “a família é o ninho protetor que Michael precisa. Sua esposa é a alma da família”.

Recentemente, a esposa do heptacampeão, Corinna Betsch, enviou uma carta ao músico alemão Sascha Herchenbach, autor de uma canção dedicada ao ex-piloto, intitulada de “Born to Fight” (Nascido para Lutar).

“Todos nós sabemos que o Michael é um lutador e jamais desistiremos”, escreveu Corrina.

“Gostaria de agradecer sinceramente por esta mensagem e este belo presente que nos ajudará neste momento difícil. É bom receber tantos pensamentos gentis e palavras de conforto. É um grande apoio para nossa família”, expressou.

Michael Schumacher sofreu um grave acidente em 2013, enquanto esquiava em Méribel, no sul da França. O ex-piloto bateu com a cabeça em uma pedra e ficou em coma e, desde então, vive com as lesões cerebrais. Por sua vez, a família optou por manter a privacidade e poucas informações sobre o estado dele são divulgadas.

 

(ACI Digital)