Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 06 Maio |
Bem-aventurada Anna Rosa Gattorno
home iconPara Ela
line break icon

Estou grávida… como conto ao meu chefe?

MEETING

Shutterstock

Patricia Bailey - publicado em 02/12/18

É impossível esconder sua gravidez por muito tempo; aqui está como dizer aos seus supervisores que você precisará de algum tempo livre

As mulheres sabem que compartilhar a notícia de uma gravidez aos supervisores no trabalho pode ser complicado. Alguns chefes ficam felizes por você e podem mudar facilmente o seu trabalho para compensar sua ausência, mas outros são menos flexíveis e podem parecer ressentidos pelo fato de que sua vida pessoal afetará seu desempenho. Como resultado, muitas mulheres temem ter aquela conversa e adiam o maior tempo possível.

Aqui estão algumas dicas para tornar mais fácil anunciar a novidade:

1. Faça um pouco de pesquisa de circulação de boatos

Como a sua empresa trata as mulheres que pedem licença para ter um bebê? É provável que o seu supervisor fique feliz por você ou bastante frio sobre isso? Já houve casos passados ​​em que as mulheres grávidas foram marginalizadas ou não tratadas de forma justa, porque precisavam de folga? O que as pessoas disseram sobre suas colegas grávidas quando elas tiraram licença maternidade? Houve uma percepção de que tal funcionária grávida não estava comprometida com seu trabalho?

Se você ainda não conhece, conheça a cultura do local de trabalho e a maneira como as funcionárias grávidas são vistas e tratadas. Uma vez que você conhece as perspectivas típicas, você pode planejar uma forma de combater alguns dos vieses (se houver algum) com mensagens positivas próprias.

2. Avise com antecedência

Se o seu trabalho é bastante intenso e exige que alguém ocupe o seu lugar na sua ausência, você deve dar tempo suficiente aos seus supervisores para encontrar e treinar alguém para te substituir enquanto você estiver fora. Por respeito, não deixe seu chefe ser a última pessoa no escritório a descobrir que você está grávida. Uma vez que seu chefe saiba, você pode contar aos seus colegas e clientes.

Além disso, diga ao seu chefe pessoalmente, não por e-mail ou pelo telefone. Algumas conversas são melhor realizadas pessoalmente.

3. Ajude a elaborar um plano de transição

Você também pode criar algumas propostas criativas de como o trabalho pode ser feito na sua ausência ou até mesmo como você pode contribuir com determinadas ações remotamente de casa (se possível). Esta é também uma maneira de agregar valor. Faça o que puder para tirar um pouco dessa responsabilidade dos ombros do seu chefe, encontrando soluções para os problemas com antecedência. Isso será apreciado.

4. Não se desculpe!

Se você compartilhar as notícias de sua gravidez com um ar de culpa, apreensão e ansiedade, você pode obter uma resposta negativa de seu chefe. Lembre-se: todos no escritório nasceram de uma mulher. A gravidez é um presente e uma parte normal da vida, não é algo para se desculpar!

5. Na pior das hipóteses, lembre-se de que você tem direitos

Depende muito da cultura do local de trabalho, mas lembre-se que, mesmo que o seu local de trabalho seja complicado, você não está sem recursos. A lei está do seu lado. Discriminação contra uma funcionária grávida é ilegal. Então, se você acabar enfrentando um pesadelo de óbvia discriminação, comece a documentar tudo com o RH e chame um advogado para discutir suas opções. Espero que nunca chegue a isso, mas há casos em que pode ser necessário.

Casos incomuns à parte, anunciar sua gravidez no trabalho geralmente é mais fácil do que você pensa, especialmente se você tiver um plano para manter a rotina. O ponto principal é colocar-se no lugar do seu supervisor e tentar ver como ajudá-lo a alcançar os objetivos da empresa na sua ausência. Com trabalho em equipe e boa distribuição de tarefas, certamente é possível.

Tags:
FamíliaGravidezTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
2
Mãe de Toda a Ásia, no Monte Maria, é a maior estátua de Maria do mundo
Reportagem local
Maior estátua de Maria do mundo é inaugurada e marca sinal de esp...
3
Creche
Reportagem local
URGENTE – Jovem com facão invade creche e mata crianças e p...
4
Pe. Charles Pope
O demônio diante da Eucaristia
5
Papa Francisco reza o terço
Reportagem local
Maratona de 30 dias de oração, convocada pelo Papa, começa neste ...
6
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
7
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia