Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Inclusão e emoção neste belo comercial de Natal

ADD, CHRISTMAS
Reprodução/ Youtube
Compartilhar

O vídeo já encantou milhares de brasileiros

O Boticário, conhecido no Brasil por se destacar no segmento de perfumaria, deu a largada na temporada de campanhas de Natal bem produzidas, daquelas que fazem o público pensar muito além da marca e dos produtos que se pretendem vender; daquelas que nos fazem pensar no que realmente queremos a para a nossa vida no próximo ano. 

O filme que está no ar mostra a tristeza de um menino surdo ao ouvir a professora dizendo que só deveriam ficar na sala os alunos que fazem parte do coral. Do lado de fora a professora entrega uma partitura para garoto, que fica todo contente. Em casa, ele ensaia sozinho e, no dia da apresentação de fim de ano da escola, dá um verdadeiro show, “cantando” em libras no meio de seus colegas. A plateia se emociona.

No fim do comercial, o outro lado da história: o menino surdo ilustra o filme com desenhos. 

O Boticário informou que o personagem do filme chama-se Leonam e que ele é realmente deficiente auditivo. Também foi ele o encarregado pelos desenhos. 

Nas redes sociais da empresa, os seguidores elogiaram muito a iniciativa que usa a emoção para fazer um alerta sobre a importância da inclusão.

Assista:

https://www.youtube.com/watch?v=qNh-4rz0Jlc

Tags:
Natal
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.