Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Santa Bárbara, a “Rapunzel” original

ST BARBARA,BEAUTY
Compartilhar

Santa Bárbara, uma moça linda e de cabelos longos, viveu trancada em uma torre. Isso não te lembra um famoso conto de fadas?

A história de Rapunzel, o conto de fadas popular dos Irmãos Grimm, cativou a imaginação das crianças durante séculos e, mais recentemente ganhou vida nova no filme Tangled (Enrolados, no Brasil), da Disney.

Curiosamente, a trágica história de uma linda princesa trancada em uma torre alta é baseada na história de Santa Bárbara, uma santa virgem que viveu no século III. Sua vida é narrada no livro medieval Legenda sanctorum (“Lenda Dourada”) e tem muitas semelhanças com as adaptações populares. Veja o que diz um trecho do livro: 

“Havia um homem rico [cujo nome era] Dióscoro. Este Dióscoro tinha uma jovem filha que se chamava Bárbara, por quem ele tinha feito uma torre alta e forte na qual ele [manteve] Bárbara, para o fim de que nenhum homem a visse por causa de sua grande beleza.”  

No entanto, muitos príncipes chegaram a pedir a mão de Bárbara em casamento. Ela recusou-se a casar e dedicou-se a Deus.

Um dia, quando o pai dela viajou a negócios, Bárbara instalou uma terceira janela em sua torre – era uma homenagem à Santíssima Trindade. Quando o pai voltou, ela mostrou-lhe a nova janela e professou sua fé cristã.

Mas isso irritou muito o homem, que era pagão. Ele imediatamente sacou sua espada para matar a própria filha. Bárbara rezou a Deus, que respondeu à sua oração e, milagrosamente, abriu um buraco na torre para ela escapar.

Ela acabou sendo descoberta e sofreu tratamento cruel por ser cristã. Bárbara morreu como mártir, decapitada pelo pai. Dizem que logo após a morte dela, seu pai foi morto por um raio.

Por conta dessa história, Bárbara sempre é invocada por aqueles que querem proteção contra raios e explosivos. Ela se tornou a padroeira dos artilheiros e mineiros (por causa do uso de explosivos na escavação). Muitos dos 33 mineiros chilenos que ficaram presos por dois meses no subsolo em 2010 atribuem o resgate à intercessão de Santa Bárbara.

 

Aleteia Top 10
  1. Lidos