Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Papa fez hoje duas visitas-surpresa a doentes de câncer e jovens deficientes

Papa CasAmica
Vatican News
Compartilhar

Gestos fazem parte da iniciativa "Sextas-Feiras da Misericórdia", criada pelo próprio Francisco

O Papa Francisco “aprontou mais uma das suas” e visitou de surpresa, nesta sexta-feira, 7 de dezembro, duas entidades italianas que atendem doentes de baixos recursos econômicos e jovens com deficiência mental.

As duas visitas foram mais uma concretização de uma iniciativa criada pelo próprio Papa durante o último Jubileu da Misericórdia (8 de dezembro de 2015 a 20 de novembro de 2016): as “Sextas-Feiras da Misericórdia”, nas quais ele faz visitas-surpresa focadas em realizar as obras de misericórdia corporais e espirituais.

As entidades visitadas hoje por Francisco foram:

CasAmica

Esta organização, cujo nome em italiano quer dizer Casa Amiga, recebe doentes que não têm recursos para bancar seus tratamentos, mas que precisam de atenção hospitalar contínua devido à gravidade de suas enfermidades, entre as quais o câncer. Os doentes são acompanhados por seus familiares e recebem o tratamento em centros médicos de renome, como o Campus Biomédico, o Instituto Nacional de Tumores Regina Elena e o Hospital Pediátrico Bambino Gesù, ligado ao próprio Vaticano.

Depois de saudar os funcionários do centro, que se disseram “atônitos com a visita inesperada”, o Papa brincou com as crianças, prestou seu incentivo aos pais e ouviu histórias impactantes, como as de Achille e Andrei, de 11 e 13 anos, ambos com câncer e acolhidos pela CasAmica junto com seus pais, Sandra e Plamen, que são da Bulgária.

Il Ponte e l’Albero

A segunda visita do Papa foi a essa comunidade terapêutica de reabilitação de pacientes com deficiência mental, situada numa região da periferia romana especialmente caracterizada pela pobreza. O nome da comunidade significa “A Ponte e a Árvore”, em italiano. Os 12 jovens em tratamento que ali residem ficaram eufóricos com a visita-surpresa do Papa, a quem já tinham o desejo de conhecer pessoalmente – eles mesmos tinham escrito ao Papa, alguns meses atrás, contando sobre este sonho e compartilhando alguns dos desafios derivados da deficiência mental.

Francisco se sentou junto deles para ouvi-los e conversar. Alguns dos pais ali presentes fizeram questão de abraçar o Papa e lhe agradecer pela sua visita. Francisco também conversou com o Dr. Paolo Stievano, psicólogo e diretor do entidade. O médico explicou sobre o atendimento prestado aos jovens no Departamento de Saúde Mental da ASL Roma 2.

Antes de voltar ao Vaticano, o Papa Francisco presenteou aos jovens um clássico panetone italiano, mas literalmente de tamanho família: 10 quilos!

Visitas precedentes

Foram muitas as visitas-surpresa feitas pelo Papa dentro da iniciativa das Sextas-Feiras da Misericórdia. No início deste ano, chamou especial atenção a que ele fez a uma das quatro unidades do Hospital Infantil Bambino Gesù, a maior entidade pediátrica da Europa, gerida pelo Vaticano na Itália.

Aleteia Top 10
  1. Lidos